Paraná e Inter se enfrentam com casa cheia na Arena da Baixada em duelo da parte de cima

Com vantagem de seis pontos sobre América-MG, Colorado enfrenta Tricolor da Vila, na Arena da Baixada; Torcida do Tricolor paranaense esgota ingressos e busca recorde de público

Paraná e Inter se enfrentam com casa cheia na Arena da Baixada em duelo da parte de cima
(Foto: Ricardo Duarte / Divulgação Internacional)
Paraná
Internacional
Paraná : Richard; Cristovam, Brock, Maidana, Igor; Gabriel Dias, Vinícius Kiss (Jhony), Renatinho e João Pedro; Robson e Alemão. Técnico: Matheus Costa.
Internacional: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Danilo Silva, Léo Ortiz e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’alessandro, Nico López e Eduardo Sasha; Leandro Damião. Técnico: Guto Ferreira.
ÁRBITRO: Leandro Bizzio Marinho, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Daniel Luis Marques (trio paulista)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2017, no estádio Arena da Baixada, Curitiba-PR.

Com uma sequência de 10 vitórias em 11 jogos, o Internacional vai à Curitiba enfrentar o Paraná, na Arena da Baixada. Por lá, a bola rola a partir das 20:30 desta terça-feira (03),em partida válida pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2017. No primeiro turno, ainda em fase de formação, as equipes protagonizaram um 0 a 0 de poucas chances de gol. O jogo daquela noite fria de 20 junho, ocorreu no estádio Beira-Rio e foi válida pela nona rodada da Série B.

Após vencer América-MG e Santa Cruz, o Colorado se isolou na liderança da competição. Com 54 pontos, o clube gaúcho abriu seis de diferença para o time mineiro, vice-líder, que tropeçou no fim de semana.

Vivendo um bom momento na competição, o Paraná quer retomar as vitórias. Após ser derrotado pelo Figueirense, fora de casa, o Tricolor da Vila perdeu sua invencibilidade de seis jogos sem perder. Além disso, o time Paranista vinha de cinco vitórias consecutivas. Feito quebrado pelo Alvinegro Catarinense. Com a derrota no último jogo, a gralha-azul segue em terceiro colocado na tabela, com 46 pontos.

Desfalques e retornos movimentam os bastidores do Inter

Antes de embarcar para Curitiba, o técnico Guto Ferreira realizou o último trabalho antes da partida diante do Paraná. Na manhã desta segunda-feira (2), o comandante realizou um treino recreativo em campo reduzido, no Centro de Treinamentos Parque Gigante. A novidade foi a ausência de Ernando.

O zagueiro que é o substituto de Klaus, lesionado, já ficou de fora da vitória diante do Santa Cruz, e não enfrenta o Paraná. O defensor segue com dor nas costas e sequer será opção de Guto Ferreira. O substituto de Ernando diante dos pernambucanos foi Danilo Silva, que deve seguir como titular.

Outro desfalque na zaga é Victor Cuesta, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para a vaga, o treinador conta com Léo Ortiz e Thales como opções para a vaga. Guto Ferreira deve utilizar o primeiro por conta de o zagueiro integrar o grupo desde o início da temporada.  

Os desfalques não ficam apenas no sistema defensivo. O atacante William Pottker recebeu o terceiro cartão amarelo e também não joga. Porém, para esta vaga a dor de cabeça é menor. Substituto imediato de Pottker no decorrer das partidas, o uruguaio Nico López deve ocupar a vaga do artilheiro do Inter, na Série B.

Mas nem tudo são problemas. Em meio a tantos desfalques, o comandante Colorado conta com dois retornos. Ambos nas laterais. Uendel, que levou o terceiro cartão amarelo contra o América-MG e cumpriu suspensão contra o Santa, está de volta à equipe titular. Outro retorno é o de Cláudio Winck. Por conta de uma lesão muscular que o tirou dos últimos três jogos, o lateral-direito também retoma a titularidade contra o Paraná.

Com isso, o provável time de Guto Ferreira deve ir à campo com: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Danilo Silva, Léo Ortiz e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’alessandro, Nico López e Eduardo Sasha; Leandro Damião.

Partida para quebrar recorde de público

Ao vender o mando de campo para um empresário da cidade, a diretoria do Paraná já imaginava um grande número de espectadores, mas não tanto. A média de público da equipe Paranista nesta Série B, tem cerca de seis mil torcedores por partida, sendo a quarta maior da competição. Porém, para este confronto diante do Internacional, na Arena da Baixada, 40 mil ingressos já foram vendidos.

O Paraná tem cerca de 400 mil seguidores, mas o baixo público é justificado por conta das más condições do estádio Durival Brito e Silva (Vila Capanema), segundo os torcedores.

A maior média de público da Arena, foi na partida entre Espanha e Austrália, na fase de grupos da Copa do Mundo de 2014, com um pouco mais de 39 mil espectadores. Outro grande público foi da equipe da casa, o Atlético-PR. Na partida contra o Flamengo no Brasileirão de 2016 foram cerca de 38 mil torcedores. Com todos os 40 mil ingressos vendidos, a expectativa é de quebra de recorde.

Sobre a equipe, o técnico Matheus Costa mantém mistério. Com a lesão do volante Vilela na derrota diante do Figueirense, o comandante não dá amostras de quem será seu substituto. A única certeza é o retorno de Róbson. O atacante que cumpriu suspensão na última rodada, retorna à equipe titular. Quem sai é Vitor Feijão.

Com isto, a provável escalação da equipe de Matheus Costa deve ser: Richard; Cristovam, Brock, Maidana, Igor; Gabriel Dias, Vinícius Kiss (Jhony), Renatinho e João Pedro; Robson e Alemão.

Além da eventual quebra de recorde de público, outro fator surge para o duelo. A noite desta terça-feira será de estreia do novo patrocinador do Paraná. O aplicativo de transportes “99 Táxis” é a mais nova empresa a estampar a camisa do clube. O meia Renatinho foi quem modelou pela primeira vez a estampa da empresa na camisa. 

Sport Club Internacional