Jogadores do Internacional comentam empate com Vila Nova e vaias da torcida

Meio-campistas Edenílson, D'Alessandro e Camilo concederam falas aos microfones após empate diante dos goianos no Beira-Rio

Jogadores do Internacional comentam empate com Vila Nova e vaias da torcida
Jogadores do Internacional comentam empate com Vila Nova e vaias da torcida

Na tarde deste sábado, o Internacional jogou contra a equipe do Vila Nova, no jogo que se o Inter ganhasse, teria garantido o acesso matematicamente para a Série A. Mas não foi isso que aconteceu. O colorado não conseguiu bater a equipe goiana e adiou sua volta.

Alguns jogadores tentaram explicar o “fracasso” desta partida. "Infelizmente nós não estamos conseguindo mais fazer aquilo que fazíamos há um tempo atrás. Temos que achar soluções o mais rápido possível", declarou o volante Edenílson.

"É a nossa fase, a fase que não ajuda. E nós não ajudamos também. Não merecemos ganhar. A partir daí temos que reconhecer que é difícil. Nós tínhamos que subir hoje. É triste, mas pelo que fizemos no campeonato, nós temos outra chance terça de subir, nem ganhar. Com empate vem o acesso. Cabeça no lugar e tentar conseguir o acesso de qualquer jeito terça", explicou o capitão colorado, D’Alessandro.

No final da partida, a torcida colorada vaiou o time novamente. Camilo falou sobre essa reação da torcida: "Tem que aceitar. Torcedor vem e paga seu ingresso. Está no seu direito e a gente tem que responder dentro de campo", afirmou o meia colorado.

Próximo jogo do Inter é terça-feira, contra o Oeste, em Barueri. O colorado precisa de um empate apenas para estar de volta a Série A.