Técnico Lisca reencontra Internacional quase um ano após rebaixamento

Lisca foi último treinador do Inter em 2016 e vai reencontrar clube na última rodada da Série B

Técnico Lisca reencontra Internacional quase um ano após rebaixamento
(Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional)

O jogo entre Internacional e Guarani, válido pela última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro de 2017, vai marcar o reencontro de Lisca com o Colorado. O treinador foi o último que passou pelo comando técnico do time de Porto Alegre antes do inédito rebaixamento do clube para a Série B.

Apesar de ser o último treinador do Inter na temporada passada, o rebaixamento do clube gaúcho não passou por Lisca. O treinador foi contratado pela antiga direção Colorada apenas para as três últimas rodadas do Brasileirão 2016 com o objetivo de motivar a equipe na reta final da competição e tentar salvar a equipe da inédita queda. O treinador chegou no Inter com o status de ter salvado o Ceará de cair para a Série C em 2015.

A missão de Lisca no Internacional era mais complicada, pois além da situação desfavorável na tabela de classificação, o time não conseguia mais ter um bom rendimento dentro de campo. Logo no primeiro passo do desafio o Internacional perdeu fora de casa para o Corinthians. Na partida seguinte, em casa, a redenção. O Inter venceu o Cruzeiro por 1 a 0 e manteve a esperança de permanecer na elite.

Foi no último jogo da temporada que a queda foi confirmada. O Fluminense recebeu o Inter no estádio Giulite Coutinho. O Colorado parecia muito nervoso em campo e não conseguiu criar muitas oportunidades na partida. O empate, em 1 a 1, não foi o suficiente para salvar o clube.

Após a partida contra o Fluminense, Lisca lamentou o fato de não ter conseguido salvar o clube. Antes da saída o treinador sugeriu uma análise interna no clube:

“É um momento muito duro, difícil. Temos que ter muita calma, cautela, na avaliação. Não é o momento de expor as pessoas. É o momento de lamber as feridas, se levantar, fazer uma análise da temporada e buscar colocar o time aonde merece. Está vindo uma direção nova, com pensamento novo. Não consegui fazer os sete pontos que precisávamos nos três jogos que estive aqui. É hora de se fechar lá dentro e fazer uma análise interna”, declarou o treinador em 2016.

Prestes a reencontrar o Internacional, Lisca se diz feliz em voltar para Porto Alegre. O treinador também viu esse ano como um aprendizado para o clube e espera um bom recebimento da torcida Colorada:

"A torcida do Inter sabe bem a dedicação e a dificuldade que foi ano passado, de abraçar em um momento que todo mundo falava "tá maluco". Tenho grande orgulho de ter ido, tentado até o último momento e ter sido requisitado no momento mais difícil da história do clube. É muito legal voltar, fazer esse último jogo lá depois de a gente ter se livrado. Vai ser um prazer muito grande ver o Inter também com a situação resolvida. Peguei o ano passado em uma situação complicada. Mais do que cair, o clube não soube administrar essa situação. Isso que ficou pior para o clube. Cair faz parte. Foi uma grande lição para o clube", disse Lisca durante a semana.

O Internacional recebe o Guarani no estádio Beira Rio neste sábado (25), às 17h30. Caso vença a equipe visitante, o Inter conta com um tropeço do América-MG para se tornar o campeão da Série B.