Retrospectiva VAVEL: Colorado de volta à elite

Vice do Campeonato Gaúcho, Internacional disputou a Série B do Brasileirão pela primeira vez na história; Equipe também foi até as oitavas de final da Copa do Brasil e quartas de final da Primeira Liga

Retrospectiva VAVEL: Colorado de volta à elite
Retrospectiva VAVEL: Internacional (Foto: Getty Images)

O ano de 2017 começou de forma diferente para o Sport Club Internacional. Pela primeira vez na história o clube gaúcho disputaria a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. A situação fez com que o clube reformulasse seu elenco para a temporada. Diversos jogadores saíram por empréstimos e alguns negociados permanentemente para outros clubes. O colorado também anunciou contratações, que foram fundamentais na campanha do clube na temporada.

O Inter viveu de altos e baixos na temporada. A primeira missão do clube em 2017 foi o Campeonato Gaúcho e a Copa da Primeira Liga. Tendo somente o Gauchão para se preocupar e vendo seu rival na Libertadores, o Inter de Antônio Carlos Zago teve muitas dificuldades para se classificar para as fases finais do estadual.

O retorno de Andrés D’Alessandro

O principal jogador do Internacional voltou ao clube nesta temporada. Em 2017 o atleta de 36 anos foi emprestado ao River Plate-ARG para a disputa da Copa Libertadores da América. D’Ale não participou da campanha do rebaixamento, mas fez questão de voltar ao clube no término de seu empréstimo para ajudar a colocar o Inter de volta na Série A. A liderança do capitão também foi fundamental para a caminhada do clube no novo cenário. O camisa 10 tem contrato com o Inter até dezembro de 2017. A renovação já está encaminhada, basta ainda os ajustes do tempo de contrato.

Saiba mais sobre D'Alessandro aqui.

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional
Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

Campeonato Gaúcho

O Colorado se classificou na 7ª colocação da primeira fase com apenas 14 pontos conquistados. O Novo Hamburgo, líder da competição, somou 23 pontos na fase classificatória. Aos trancos e barrancos o Internacional conseguiu avançar, mas como não terminou nas cabeças teve que jogar a segunda partida das quartas, das semifinais e a grande decisão longe de seu torcedor. Nas quartas de final o Inter eliminou o Cruzeiro-RS com duas vitórias. 3 a 1 no Beira Rio e 2 a 0 no Vieirão, em Gravataí. Nas semifinais o Internacional venceu o Caxias por 1 a 0 na partida de ida. Na volta a equipe da serra conseguiu devolver o placar, levando a decisão para os pênaltis. Nas cobranças o Inter venceu por 5 a 3 e avançou para a final para encarar o Novo Hamburgo, melhor time da competição.

Na época o Inter começou a viver o drama com seus goleiros. Danilo Fernandes acabou se lesionando e o substituto foi Marcelo Lomba, que também se lesionou. O Colorado teve que utilizar o jovem Keiller, terceiro e último goleiro inscrito pelo clube no Gauchão para os dois jogos da final.

Keiller jogou a primeira partida da grande final até o final de jogo, quando também se lesionou. Marcelo Lomba, que não estava em condições foi forçado a entrar na partida. O Internacional empatou em 2 a 2 com o Novo Hamburgo na primeira partida final. Por questões de segurança, a Federação Gaúcha de Futebol ordenou que a segunda e decisiva partida fosse realizada em Caxias do Sul. Danilo Fernandes teve sua recuperação acelerada para jogar a grande decisão. Inter e Novo Hamburgo voltaram a empatar, desta vez em 1 a 1, e nas disputas de pênaltis o Nóia superou o Inter e interrompeu a sequência de seis títulos do Colorado.

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional
Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

Primeira Liga

Na Copa da Primeira Liga o Internacional avançou na primeira colocação do Grupo A. O grupo ainda tinha o Fluminense, que também se classificou, Criciúma e Brasil de Pelotas. Mas o time acabou sendo eliminado no Beira Rio para o Atlético Mineiro. Nessa época o Inter já era comandado por Guto Ferreira.

Copa do Brasil

Na Copa do Brasil o Internacional chegou até as oitavas de final. Na primeira fase o time encarou o Princesa de Solimões e, jogando em Londrina, venceu por 2 a 0. Na segunda fase o clube gaúcho venceu o Oeste por 4 a 1, jogando no Beira Rio. Em dois jogos o Inter despachou o Sampaio Corrêa na terceira fase. Na primeira, fora de casa, o Colorado venceu por 4 a 1. A segunda em Porto Alegre conseguiu vencer por 3 a 0. Na quarta fase o Inter eliminou o Corinthians em Itaquera nos pênaltis. Após dois empates em 1 a 1, o Colorado superou a equipe por 4 a 3. Marcelo Lomba foi o goleiro na partida.

Já com a Série B do Campeonato Brasileiro em andamento, o Internacional encarou o Palmeiras nas oitavas de final. Após perder a primeira partida por 1 a 0, ainda sob o comando de Antônio Carlos Zago, o Inter recebeu o Palmeiras no Beira Rio para a melhor partida da temporada. Por causa do baixo rendimento da equipe, a direção do Inter demitiu Antônio Carlos e foi de Odair Hellmann a missão de comandar o time na segunda partida. O Inter jogou melhor e superou o Palmeiras por 2 a 1 nos 90 minutos, mas no placar agregado, o time paulista ficou com a vaga.

Ô, o Damião voltou

O Internacional buscou o centroavante Leandro Damião junto ao Santos. O atleta estava emprestado ao Flamengo, mas não recebia muitas oportunidades. A direção do Inter viu ali a possibilidade de resgatar o jogador, que já tinha identificação com o clube. Nessa sua volta ao Internacional, Damião marcou oito gols em 17 partidas. Junto com o centroavante o Inter apresentou o meia Camilo. O jogador pertence ao Botafogo e também chegou por empréstimo no Beira Rio. Substituto de D’Alessandro, Camilo foi peça chave no meio de campo do Inter. O camisa 21 entrou em campo 20 vezes com a camisa do Inter.

A inédita Série B

O Inter estreou na competição vencendo o Londrina por 3 a 0, mas a alegria do torcedor não durou muito tempo. Nas rodadas seguintes o Colorado começou a tropeçar e demitiu Antônio Carlos Zago após três rodadas de competição. Guto Ferreira assumiu o time a pós um tempo conseguiu fazer a equipe jogar, levando o time para o G-4 da competição e consequentemente a liderança do campeonato. Em um Brasileiro de altos e baixos o Internacional fez valer sua força para alcançar seus objetivos. O Inter voltou a oscilar na reta final da competição. Mesmo perdendo a liderança para o América-MG o clube garantiu o acesso para a elite do futebol brasileiro. Antes do término da competição o clube decidiu trocar o comando técnico. Guto Ferreira foi demitido e Odair Hellmann assumiu a equipe na reta final da temporada.

Foto: Divulgação / S. C. Internacional
Foto: Divulgação / S. C. Internacional

Saiba mais do Inter na Série B clicando aqui.

Acesso e efetivação de Odair Hellmann

Foto: Divulgação / S. C. Internacional
Foto: Divulgação / S. C. Internacional

Odair Hellmann assumiu o time de forma interina após a demissão de Guto Ferreira. O treinador tem a total confiança dos jogadores. Com um empate e duas vitórias, Odair terminou a temporada e foi efetivado com treinador para a temporada de 2018.

Inter anuncia Odair Hellmann.