Meia-atacante Wellington Silva é apresentado no Internacional

Em fase final de recuperação do púbis, o atacante recebeu a camisa 11 do time e se colocou a disposição de Odair Hellmann para atuar

Meia-atacante Wellington Silva é apresentado no Internacional
Foto: Divulgação / S. C. Internacional

O Internacional anunciou na noite da última sexta-feira (5) a contratação do meia-atacante Wellington Silva, ex-Fluminense. O jogador assina com o Colorado por empréstimo até o final de 2018. Wellington Silva já estava em Porto Alegre desde o ano passado e aguardava documentos para poder fazer o anuncio oficial.

+Internacional aguarda documentos para anunciar meia-atacante Wellington Silva

Ainda sem contato com bola, Wellington Silva apenas observou o treinamento de seus companheiros no último treinamento realizado pelo clube. O meia-atacante de 24 anos será uma opção para o sistema ofensivo de Odair Hellmann. Já com a documentação em mãos, Wellington Silva foi apresentado pelo Internacional na manhã deste sábado (6). Mesmo com o problema no púbis, o jogador se diz bem e que usou o período de férias para se recuperar.

“Estou bem. Passei as férias me recuperando, já cheguei muito melhor. Pedi para ir com calma, não voltar muito rápido. Tem tempo para poder evoluir. Estou fazendo fortalecimento, vou correr um pouco hoje. Estou focado em ficar 100%, estou trabalhando. Em breve, estarei em campo novamente com o grupo”, declarou Wellington Silva.

 

 

No Internacional, Wellington Silva vestirá a camisa número 11 e já se colocou a disposição de Odair Hellmann para atuar pelos lados do campo. W. Silva vê o time mais forte para 2018 e falou das diferenças da Série A para a Série B.

“O time começou a pré-temporada muito bem, agora já treinando com bola. Espero me encaixar rapidamente. (...) No meu ponto de vista, a Série B é mais força, não tem muitos passes. (Ano passado, o Inter) Explorava mais os passes longos para o Damião segurar a bola. Mas aqui, ele tem treinado muitos passes. Jogadores têm muita qualidade, vamos poder movimentar bem a bola nos espaços. Damião, Roger, Pottker, a gente vai se entrosar o quanto antes. Confio que a gente pode brigar lá em cima”, afirmou o meia-atacante.