Joinville empata em casa com Luverdense e se complica no Z-4

Equipe catarinense abre placar com Jael, mas Luverdense reage e busca o empate com Sergio Mota no segundo tempo

Joinville empata em casa com Luverdense e se complica no Z-4
Fonte: Joinville/Divulgação
Joinville
1 1
Luverdense
Joinville: Jhonatan; Reginaldo, Danrlei, Ligger; Fernandinho; Naldo, Kadu (Bertotto, Min. 88), Bruno Farias (Heliardo, Min. 58), Bruno Ribeiro (Juninho, Min. 78); Giva, Jael.
Luverdense: Diogo Silva; Raul Prata, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Leandro (Diogo Sodré, Min. 65), Ricardo e Sérgio Mota; Baggio (Raphael Macena, min. 44), Rafael Silva (Tozin, Min. 74) e Hugo
Placar: 1-0, min. 38, Jael. 1-1, min. 77, Sergio Mota.
ÁRBITRO: Gleidson Santos Oliveira, auxiliado por Dijalma Silva Ferreira Júnior e Jucimar dos Santos Dias.
INCIDENCIAS: 20ª Rodada Campeonato Brasileiro Série B, Arena Joinville. Público: 1.129 torcedores

Após uma pausa de 17 dias, o Campeonato Brasileiro Série B retornou nesta sexta-feira (19) com três partidas, destaque para o jogo entre Joinville e Luverdense, na Arena Joinville, em Santa Catarina. A partida válida pela 20ª rodada foi movimentada e emocionante até o último lance da partida, e o resultado acabou empatado em 1 a 1.

O JEC amarga mais um resultado negativo em casa, agora em dez partidas como mandante, a equipe venceu dois, empatou cinco e perdeu três jogos, sendo o pior anfitrião ao lado do Sampaio Corrêa. Com a campanha fraca dentro de casa, o Joinville sofre nesta Série B e está ocupando a penúltima colocação na tabela com 18 pontos. Do outro lado, o Luverdense segue uma campanha tranquila e mantém uma gordura em relação ao Z-4. Hoje a equipe tem 25 pontos e está em 13º lugar.

Na próxima sexta-feira (26), o Joinville tem o clássico diante do Criciúma para tentar se reabilitar no campeonato. A Luverdense por sua vez joga em casa em Lucas do Rio Verde, contra o Bragantino, no sábado (27), às 21h.

Jael marca seu primeiro gol no retorno ao Joinville, que domina todo o primeiro tempo

Precisando dos três pontos, o Joinville mudou muito sua postura em campo em relação as partidas anteriores. A equipe jogou de forma mais ofensiva, finalizou mais e criou as melhores chances no primeiro tempo. Com um minuto de partida, o goleiro Diogo Silva foi obrigado a trabalhar em um chute de fora da área de Bruno Farias.

A pressão catarinense prosseguiu com boas chegadas de Bruno Farias, Giva e Jael, mas a equipe esbarrava nas boas defesas de Diogo, ou na falta de pontaria de seus atacantes. Depois de tanto tentar, enfim saiu o gol do Joinville, em cobrança rápida de escanteio que pegou a zaga do Luverdense fora de posição. Bruno Ribeiro cruzou na cabeça de Jael, que abriu o placar. Gol especial para o atacante, que fez seu primeiro tento no retorno à Arena Joinville.

Com o placar favorável, o Joinville continuou apertando o Luverdense em seu campo de defesa, mas pecando muito na hora de finalizar. Aos 46 minutos, houve a grande oportunidade do JEC ampliar o placar. Após contra-ataque puxado por Jael, Giva chutou no ângulo, mas Diogo Silva acabou realizando uma defesa espetacular, mantendo o Luverdense vivo na partida.

Foram os melhores 45 minutos do JEC no campeonato. A equipe finalizou 14 vezes ao gol do Luverdense, enquanto os visitantes finalizaram uma única vez aos 44 minutos. Tudo parecia se encaminhar para uma vitória tranquila do Coelho.

Luverdense muda de postura e empata partida

Após ser completamente dominada no primeiro tempo, a equipe do Luverdense mudou de postura na segunda etapa e passou a ter mais posse de bola e presença no campo de ataque do Joinville. Sergio Mota, aos oito minutos, obrigou Jhonatan a fazer a sua primeira defesa no jogo.

O jogo ficou mais aberto e a medida que o tempo passava, boas oportunidades de gols saiam de lado a lado, mas sempre com a equipe visitante sendo mais perigosa. Aos 13 minutos, o atacante Hugo apareceu completamente livre no meio da zaga do JEC e cabeceou, obrigando Jhonatan a fazer uma linda defesa. Três minutos mais tarde, em outro lance de bola aérea, foi a vez de Ricardo assustar a meta catarinense.

Aos 25 minutos, um lance polêmico que resultou em muita reclamação por parte do Joinville. Heliardo invadiu a área e ganhou na velocidade do zagueiro da Luverdense, porém o atacante do Coelho caiu pedindo pênalti, porém, o árbitro mandou o jogo seguir.

Melhor no segundo tempo, o empate do Luverdense saiu aos 32 minutos com Sergio Mota. Após cruzamento na área, a zaga do Joinville falhou na marcação e Mota teve tempo de ajeitar a bola mais para o centro da área e fuzilar rumo ao gol do arqueiro Jhonatan.

O empate fez o JEC se desesperar e partir na busca no gol da vitória, que, por muito pouco não saiu no finalzinho da partida. Jael, aos 44 minutos perdeu uma chance clara praticamente na pequena área. Aos 49 minutos, no último lance da partida, Ligger quase fez o gol da vitória, a bola passou muito perto do gol e da cabeça do atacante Giva, que não conseguiu desviar.