Ramon Menezes acredita no elenco do JEC e reforça: "Temos condições de sair dessa situação"

Seis pontos distante do primeiro time fora da zona de rebaixamento na série B, treinador enxerga que o Joinville pode escapar

Ramon Menezes acredita no elenco do JEC e reforça: "Temos condições de sair dessa situação"
Imagem: A Notícia/Clicrbs

Após a derrota da última sexta-feira (23) para o Avaí na Arena, o Joinville voltou a campo para enfrentar o Atlético-GO, atual vice-líder da série B. Apesar de fazer uma partida melhor em relação as anteriores, o tricolor se via com mais uma derrota na bagagem até os 47 minutos da segunda etapa, quando Marquinho deu um presente para Fernando Viana, que driblou e empatou a partida, alimentando todos com um pouco mais de ânimo (por mínimo que seja); o gol também deu números finais ao jogo, 1 a 1.

O treinador Ramon Menezes destacou a postura da equipe na partida, e demonstrou uma certa satisfação pela atuação de seus comandados: "Muito bom você vir aqui, fazer um grande jogo, e conseguir sair daqui com um ponto. Hoje já tivemos uma atitude melhor, espírito foi bem melhor, nos organizamos mais desde o começo do jogo. Uma diferença muito grande do primeiro jogo para esse". O treinador do JEC não deixou de enaltecer a entrega da equipe, que buscou o gol de empate até o último minuto: "Acreditou até o final, na vida a gente tem que acreditar sempre, isso aí ficou provado no jogo de hoje."

O gol nos minutos finais da partida vai servir para dar confiança a equipe, pelo menos para o técnico do Joinville, que disse o seguinte na coletiva: "Aqui tem um grupo muito forte que com esse resultado, da maneira que foi o jogo, saímos daqui com uma confiança muito grande e na certeza que temos que continuar trabalhando e acreditando sempre."

O JEC volta a campo na próxima terça-feira (4) para enfrentar o Ceará. Tendo que vencer de qualquer forma, o tricolor vê uma luz no fim do túnel graças a esse gol de Fernando Viana, e contando com uma combinação de resultados, pode até terminar a próxima rodada a 3 pontos de sair da zona de rebaixamento, mas para isso, precisa cometer o crime em uma parada um tanto quanto indigesta no Castelão na próxima semana.