Joinville vira no fim contra Sampaio Corrêa e ganha forças na luta para evitar descenso

Time catarinense perdia por 1 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo e conseguiu virada em dois minutos

Joinville vira no fim contra Sampaio Corrêa e ganha forças na luta para evitar descenso
Foto: Elias Auê / Site Oficial do Sampaio Corrêa
Sampaio Corrêa
1 2
Joinville
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Éder Sciola, Luiz Otávio, Wagner e Esquerdinha; Diego Lorenzi, Diogo Orlando (Coppetti), Lucas Sotero (Felipe Costa) e Hiltinho (Pimentinha); Thiago Santos e Edgar. Técnico: Flávio Araújo.
Joinville: Samuel Pires; Reginaldo (Everton Silva), Danrlei, Ligger e Fernandinho; Naldo, Tinga e Erick Luis (Aldair); Claudinho (Juninho), Jael e Fernando Viana. Técnico: Ramon.
Placar: 1-0, min. 29, Edgar. 1-1, min. 85, Danrlei. 1-2, min. 86, Aldair.

O desespero da luta contra o rebaixamento tem acompanhado praticamente por todo campeonato tanto Sampaio Corrêa, quanto Joinville. Os times foram, por boa parte do certame, lanterna e vice-lanterna. E neste sábado (05), eles se enfrentaram buscando um último respiro. Melhor para o Joinville, que virou no final da partida e encostou no Oeste, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Sampaio Corrêa, virtualmente rebaixado após o revés dentro de casa, tenta uma improvável vitória diante do Bahia, um dos melhores mandantes da Série B deste ano. Já o Joinville recebe o Bragantino, outro concorrente direto, e ainda sonha com a permanência.

Vitória veio de virada no Maranhão

Como era de se esperar em um duelo de times pressionados pela má colocação na tabela, a parte técnica do jogo passou longe dos melhores momentos. Com bastante erros de passe e muita marcação, eram raras as chances de gol.

Jogando diante da sua torcida, a Bolívia Querida tentou tomar a iniciativa do jogo, mas a primeira grande chance foi dos catarinenses. Claudinho recebeu na esquerda e bateu firme para boa defesa de Rodrigo Ramos.

Pouco depois, os maranhenses conseguiram abrir o placar: após cruzamento da direita, Thiago Santos desviou e Edgar aproveitou para cabecear e marcar o primeiro gol do jogo.

No segundo tempo, a partida seguiu morna. Os times tinham dificuldade para armar jogadas de perigo, justificando a posição atual na classificação. Depois de vinte minutos onde pouco aconteceu, o Joinville resolveu se lançar ao ataque e passou a dar muito trabalho para a defesa do Tricolor maranhense.

Já na parte final do jogo, o Joinville conseguiu um merecido empate após cobrança de escanteio e que contou com boa colaboração do goleiro Rodrigo Ramos. Danrlei aproveitou e fez o gol dos catarinenses.

Quando ainda comemorava o empate, o Joinville conseguiu a virada no minuto seguinte: a zaga do Sampaio deu bobeira e viu Aldair entrar livre e marcar o gol da virada, tocando na saída de Rodrigo Ramos.