Ramon Menezes sai em defesa de Jael após pênaltis desperdiçados pelo atacante

Técnico destacou a importância e a competência do atleta, que na rodada desperdiçou duas cobranças de pênalti e por consequência a chance do Jec se distanciar do Z-4 da Série B

Ramon Menezes sai em defesa de Jael após pênaltis desperdiçados pelo atacante
(Foto: Divulgação/JEC)

Dos aplausos às vaias. A noite desta terça-feira (8) é para ser esquecida pelo atacante e capitão do Jec, Jael. Dos pés do artilheiro, o bom público presente a Arena Joinville, viu o atleta marcar o gol de empate diante do Bragantino e desperdiçar duas cobranças de pênaltis. Com placar final de 1 a 1, o Joinville deixou escapar a chance de diminuir a distância de pontos para o Oeste, o primeiro clube fora da zona de rebaixamento da Série B.

A equipe não escondeu o abatimento com o mal resultado, após o fim da partida. Para o comandante do tricolor, Ramon Menezes, foi uma noite infeliz, que acabou custando pontos importantes para o Joinville. Mas de acordo com o técnico, Jael segue com moral em alta, como líder fora e dentro de campo, pronto para assumir as responsabilidades que irão surgir. 

"A respeito do Jael, ele é o cara da cobrança, o cara que treina, que tem a responsabilidades, naquele momento eu só imaginei que ele iria fazer o gol, tanto na primeira quanto na segunda, na segunda mais ainda. Chamou a responsabilidade para bater, é o cara ideal para esse cenário, de chamar a responsabilidade, sempre o fez e o faz, tem a nossa confiança também, está todo mundo triste". A tristeza dele é a nossa tristeza", alertou.

Apesar do empate amargo, Ramon gostou do rendimento da equipe. Segundo o treinador, novamente sua equipe criou mais oportunidades de gol, mas pecou mais uma vez no último passe, na hora da conclusão. Por fim, ressaltou que não há nada perdido, admitiu que o os jogadores estão chateados, mas que é preciso levantar a cabeça e seguir lutando até o fim. "Voltamos a fazer um bom jogo, criamos oportunidades. Fizemos um bom jogo, que poderíamos nos dar o resultado positivo. Temos de levantar a cabeça nos dois jogos fora. Podemos chegar contra o Goiás e o Oeste jogar bem, continuar a criar e fazer os gols. Faltam três jogos, e vamos trabalhar muito para sair desta situação. A preocupação é com a recuperação física e psicológica, para podermos fazer uma grande partida”.

Ainda na zona de rebaixamento do Campeonato, com 34 pontos somados na tabela de classificação da Série B, o Joinville tenta a superação na próxima rodada. No estádio Olímpico, na noite de sexta-feira (11), às 20h30, o Tricolor vai buscar os três pontos contra o Goiás para fugir da terceira divisão.