Gallo indica permanência de time ofensivo, mas não confirma Náutico para jogo contra Joinville

Atacante Tiago Adan fez sua estreia pelo Timbu na goleada sobre o Sampaio Corrêa e foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira (2), porém deve ficar entre os reservas

Gallo indica permanência de time ofensivo, mas não confirma Náutico para jogo contra Joinville
Mesmo com opções no setor, treinador faz mistério para definir equipe titular em duelo diante dos catarinenses (Foto: Léo Lemos/Náutico)

Sem perder há dois jogos, o Náutico vai motivado para o duelo com o Joinville, nessa sexta-feira (3), válido pela 6ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para o compromisso, o técnico Alexandre Gallo terá desfalques importantes em todos os setores do time, o que aumentou o mistério, pois o treino desta quinta-feira (2) foi fechado à imprensa.

O comandante alvirrubro não poderá contar com o atacante Rafael Coelho, com problema no adutor da coxa direita e que foi vetado por duas partidas. De fora do confronto com o Bahia, os volantes Rodrigo Souza e Ygor seguem de fora, tal qual o meia-atacante Esquerdinha, por estarem no departamento médico.

João Ananias, se recuperando de lesão, está na transição e ainda não reforça a equipe. Já o zagueiro Ronaldo Alves, que ainda não estreou na Segundona, volta a ficar à disposição e deverá ser opção no banco de reservas. O experiente Fabiano Eller, apesar de estar machucado, se envolveu em polêmica extracampo e permanece ausente.

No setor defensivo, o lateral-esquerdo Gastón Filgueira seguirá como titular improvisado na cabeça de área junto a Maylson. No ataque, a indefinição é ainda maior, devido às múltiplas opções. Sem Rafael, o treinador sinaliza a promoção de Taiberson à titularidade, enquanto Bérgson é deslocado à referência e Rony ficando aberto na ponta. O centroavante Tiago Adan, que atuou por 20 minutos na goleada sobre o Sampaio, foi apresentado oficialmente e é outro que poderá ganhar um espaço, conforme dito por Gallo.

"Treinamos, por mais de uma vez, com Bérgson centralizado e como um falso 9. É um atleta que pode fazer quatro funções ali na frente, não só a meia, mas os lados e também mais centralizado. Existe a chance de Tiago Adan entrar, o problema é a questão física ainda. Ele vem de recuperação de lesão no joelho, iniciamos a preparação e antecipamos algumas fases para levá-lo no jogo contra o Sampaio e ele ir ganhando ritmo nos jogos", declarou Alexandre. Já Tiago, que retorna ao Timbu após oito anos, espera fazer seu nome no escrete.

"Na minha passagem aqui em 2008, eu joguei três jogos entrando no segundo tempo e faltando dez minutos. Não deu para mostrar meu futebol mas hoje, um pouco mais maduro, espero mostrar um bom futebol. Espero também ser artilheiro para que a torcida possa se lembrar de mim", declarou Adan.

Com isso, a agremiação da Rosa e Silva deve ir a campo com: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Mateus Müller; Gastón Filgueira, Maylson, Rony, Jefferson Nem e Taiberson; Bérgson.