Com dois de Jefferson Nem, Náutico vence Paysandu de virada e entra no G-4

Time alvirrubro sai atrás no placar, mas joga melhor e surpreende o Papão dentro de casa; equipe paraense segue na zona de rebaixamento

Com dois de Jefferson Nem, Náutico vence Paysandu de virada e entra no G-4
(Foto: Fernando Torres/Paysandu)
Paysandu
1 3
Náutico
Paysandu: Marcão; Edson Ratinho, Domingues, Pablo, Lucas; Ricardo Capanema, Hiltinho (Betinho, min. 64), Celsinho (Raphael Luz, intervalo), Rafael Costa (Jhonnatan, min. 57); Fabinho Alves, Alexandro. Técnico: Dado Cavalcanti
Náutico: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo, Mateus Müller (Eurico, min. 60); Gastón, Maylson, Renan Oliveira (Léo Pereira, min. 67); Taiberson, Jefferson Nem, Bérgson (Tiago Adan, min. 80). Técnico: Alexandre Gallo
Placar: 1-0, min. 1, Lucas. 1-1, min. 25, Maylson. 1-2, min. 46, Jefferson Nem. 1-3, min. 68, Jefferson Nem.
ÁRBITRO: Leandro Pedro Vuaden (RS). Cartões Amarelos: Mateus Müller (min. 3), Ricardo Capanema (min. 61), Gastón (min. 87). Cartão vermelho: Ricardo Capanema (min. 61).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, em Belém, no Pará.

Nesta terça-feira (7), o Náutico visitou o Paysandu pela 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, em Belém-PA, e venceu a partida com superioridade. Depois de sair atrás no placar, o Timbu melhorou, arrumou a marcação e surpreendeu os donos da casa. O jogo acabou 3 a 1 para o time pernambucano. Os gols foram marcados por Lucas, para o Paysandu, e Maylson e Jefferson Nem, duas vezes, para o Náutico.

Com o resultado favorável, os comandados de Gallo entraram no G-4. Ocupam no momento a 3ª colocação, com 13 pontos. Já o Papão ficou na zona de rebaixamento, no 17º lugar, com cinco pontos.

Equipes criam bastante e vão para o intervalo no empate

O Paysandu iniciou a partida com uma pressão no Náutico e acabou dando resultado. Logo no primeiro lance, após cobrança de falta, Pablo desviou, Júlio César deu rebote e Lucas aproveitou para fazer o gol do Papão. A resposta do Náutico veio logo em seguida. Taiberson recebeu lançamento e tentou encobrir o goleiro, mas a bola foi para fora.

A equipe da casa explorou muito os lados do campo, e em uma dessas jogadas quase sai o segundo gol. Celsinho colocou a bola na área, Gastón tentou tirar e quase fez contra, porém Júlio César espalmou para o lado. Mas os lados, também eram os pontos fracos da defesa do time da casa. O Timbu acionou seu lateral Mateus Müller, que cruzou e Bérgson cabeceou. A bola tirou tinta da trave.

O escrete pernambucano tirou proveito das jogadas pelos lados logo em seguida. Depois de uma boa troca de passes, Mateus Müller tocou para dentro da área, Bérgson fez o corta-luz e Maylson chutou para empatar a partida. O Papão da Curuzu não sentiu o gol e partiu para tentar ficar a frente do placar novamente. Celsinho saiu sozinho e chutou, mas Júlio César fez uma grande defesa. No rebote, Alexandro bateu rasteiro e a zaga do Náutico afastou.

Em um dos últimos lances da primeira etapa, o time alvirrubro quase vira. Bérgson fez jogada pela direita e cruzou. A bola passou por toda a área e Mateus Müller soltou uma bomba da esquerda. Marcão desviou e a bola bateu na trave.

Náutico volta superior e vira a partida

A equipe pernambucana voltou com tudo do intervalo e com menos de um minuto de jogo, após lançamento da defesa, Jefferson Nem aproveitou a indecisão da zaga do Paysandu e fez o segundo do Náutico. O time da casa sentiu o gol e logo no lance seguinte, Bérgson saiu cara a cara com o goleiro Marcão, mas adiantou demais e perdeu a oportunidade.

A defesa do Paysandu ficou atordoada com as chances criadas pelos visitantes e a indignação da sua própria torcida. Bérgson quase amplia para o escrete de Conselhereiro Rosa e Silva. O atacante recebeu passe de Maylson e, de voleio, obrigou o goleiro a fazer uma boa defesa. Os lances acordaram o ataque do time paraense. Após bola mal rebatida pela defesa, Raphael Luz chutou e a bola passou muito perto.

Depois de tomar um cartão amarelo por reclamação, o volante Ricardo Capanema continuou reclamando com o árbitro e acabou sendo expulso. Com menos um jogador, o Paysandu sofreu com os contra-ataques do Náutico. Em uma das oportunidades criadas pelo veloz ataque Timbu, Jefferson Nem recebeu pela esquerda, driblou Edson Ratinho, invadiu a área, bateu cruzado e fez um golaço, apliando a vantagem dos visitantes.

O Náutico controlou o jogo até os últimos minutos, mas antes do apito final, o Paysandu perdeu a chance de diminuir o placar. O volante Eurico errou na saída de bola, e Raphael Luz inivadiu a área sozinho. O meia chutou, mas Léo Pereira tirou em cima da linha e salvou a equipe alvirrubra.