Náutico inicia obras nos Aflitos e dá início à campanha “Voltando Pra Casa”

Diretoria do Timbu lança projeto de retornar ao estádio, que deixou de ser utilizado há três anos, por conta de contrato com a Arena Pernambuco

Náutico inicia obras nos Aflitos e dá início à campanha “Voltando Pra Casa”
(Foto: Divulgação/Náutico)

Nesta terça-feira (23), saiu o resultado da enquete que o Náutico realizou em seu aplicativo oficial e lançada a campanha, que visa a arrecadação de verba semelhante a campanha de sócios do clube, mas que destinará toda a renda exclusivamente para a reforma do estádio. O nome vencedor foi “Voltando Pra Casa”.

Aos interessados, a campanha é dividida em quatro categorias: aderindo a bronze, os alvirrubros irão pagar R$25 por mês; na prata, R$50; no ouro, R$100; e, no diamante, R$200 ou mais. Todos os participantes da campanha terão o seu nome na lista de colaboradores do site oficial e aplicativo do clube, além de ganharem certificado de agradecimento.

Também será possível receber uma camisa alusiva – quem optar por pagar a anuidade na categoria ouro – ou receber uma camisa oficial e um certificado de agradecimento, para quem colaborar na categoria diamante. O Náutico conta com o apoio do torcedor, mas, já deu início às obras no estádio Eládio de Barros Carvalho.

O presidente em exercício do Clube Náutico Capibaribe, Ivan Brondi, ressaltou a importância do torcedor nesse momento. “A nossa meta é incentivar o torcedor a fazer parte de forma efetiva desse momento histórico do Clube. A volta ao estádio dos Aflitos é um anseio da maioria dos alvirrubros e, devido às dificuldades financeiras que o Náutico enfrenta, só com a ajuda do torcedor, iremos conseguir realizar”, enfatizou.

Na tarde de hoje foram iniciadas as obras na estrutura de concreto armado, que, de acordo com Stênio Cuentro, diretor de patrimônio do clube, estão orçadas em R$731 mil. “O prazo depende do dinheiro. Se tivéssemos recursos, poderíamos abrir mais frentes de trabalho. Estas obras todas podem estar prontas em nove meses”, explicou o dirigente.

Também foi sugerida a instalação de grama sintética nos Aflitos – orçada em R$900 mil –, a mesma utilizada na Arena da Baixada. O recém-contratado Vinícius, oriundo do Atlético-PR, elogiou a qualidade do gramado, que será avaliado pelo Náutico na 27ª rodada da Série B, quando o time enfrentará o Paraná. O Timbu pediu para realizar os treinos na Arena, com o intuito de avaliar o gramado.

Outra ajuda financeira para o Timbu virá com a rescisão do contrato do clube com a Arena Pernambuco. Segundo o dirigente do clube, a multa também será investida nas obras para que o Náutico volte a atuar no estádio o mais rápido possível.