Gallo indicia Náutico com mudanças para jogo contra Sampaio Corrêa

Com dificuldade de manter uma sequência de bons resultados, Gallo promove mudanças na equipe titular que entrará em campo no próximo sábado

Gallo indicia Náutico com mudanças para jogo contra Sampaio Corrêa
O atacante Daniel Morais está deixando novamente o Náutico (Foto: Léo Lemos/Náutico)

No segundo turno, o Náutico conquistou apenas três pontos dos nove disputados. Com duas derrotas em casa, o treinador Alexandre Gallo promoveu algumas mudanças na equipe e já deixou pistas do time que enfrentará o Sampaio Corrêa no Castelão (MA), no próximo sábado (3), às 21h.

Na defesa, chamou atenção a presença do goleiro Rodolpho, que treinou entre os titulares nesta quinta-feira, mas essa não foi a única alteração. O atacante Bérgson e o volante João Ananias não viajaram com o elenco. E segundo Gallo, o meia Hugo, por desgaste, iniciará a partida entre os reservas.

"Não vou adiantar a escalação, mas posso dizer que Hugo é um caso especial. Esse seria o terceiro jogo dele em uma semana. E Hugo já sofreu muito na última partida (a derrota para o Londrina em casa), por conta do desgaste. Com isso, vamos dar um respiro a ele pelo menos no início do jogo. Ele tem 35 anos, tem certa experiência e acaba pesando em campo. Então, achamos por bem ele ficar como opção para o segundo tempo", comentou o treinador.

Mais duas baixas no ataque Alvirrubro são o atacante Daniel Morais, que chegou a ser afastado do elenco, mas foi reintegrado meses depois. Por não ser muito utilizado, o atacante está de saída, provavelmente para o Guarani. O outro atacante nem chegou à Recife. Douglas Coutinho estava praticamente fechado com o Náutico, mas assinou com o Braga-PT.

Porém, o Timbu terá reforços para a partida de sábado. O provável substituto de João Ananias será Maylson. O volante está no Departamento Médico há mais de um mês e encerrou seu período de transição, estando apto para o combate. Outro que deverá aparecer no banco de reservas como opção é Rodrigo Souza.

O médico Fábio Ribas explicou a situação do atleta. “No jogo contra o Brasil de Pelotas, em 21 de junho, Rodrigo teve um trauma no tornozelo esquerdo. Foi uma lesão grave. Foram seis semanas no departamento médico. Depois, cerca de 10 dias na transição. Ele não tem condição de entrar de frente pelo tempo que ficou de fora, mas tem condição de entrar. Isso fica a critério do treinador”, explicou.