Náutico confirma Caixa como patrocinador master

A Caixa Econômica Federal estampará o espaço principal da camisa Alvirrubra a partir de amanhã

Náutico confirma Caixa como patrocinador master
A equipe anunciou o acordo por meio de sua conta oficial no Twitter (Foto: Divulgação/Náutico)

Depois de três anos, o Náutico volta a ter um patrocinador master. Equipe alvirrubra acertou com a Caixa Econômica Federal, que já patrocina outros 12 clubes brasileiros (Corinthians, Flamengo, Cruzeiro, Atlético-MG, Vasco, Atlético-PR, Coritiba, Sport, Vitória, Chapecoense, Figueirense e CRB), até o fim da temporada. A marca já estará estampada na camisa amanhã, na partida contra o Bahia.

"Esse contrato com a Caixa é até o final do ano, como em todos os clubes, mas com promessa de renovação para 2017. O importante é que abrimos essa porta", comemorou o vice-presidente de marketing alvirrubro, Kléber Medeiros.

Os valores giram em torno de R$ 1,2 milhões, uma média de R$ 300 mil por mês. O último patrocinador master havia sido a Philco, em 2013. Na ocasião, o Náutico recebeu cerca de R$ 2,5 milhões da multinacional norte-americana.

“Para nós, esse patrocínio representa muito. Prova nossa credibilidade e que estamos em dia com nossos compromissos. É uma vitória do Náutico como o todo. Não é algo de uma facção do clube. É um êxito de todos os alvirrubros”, afirmou o presidente em exercício, Ivan Brondi.

Após uma longa negociação – estima-se em oito meses –, o acerto foi bastante comemorado. É que o Timbu precisava estar totalmente regularizado para isso o acordo ser realizado.

"O mais importante é coroar o esforço de regularizar o clube. Conseguimos todas as certidões negativas, equacionar todas essas questões. E agora, sem dúvida, com o clube regularizado, novos horizontes surgirão", encerrou Ivan.

O primeiro clube brasileiro a ser patrocinado pela Caixa Econômica Federal foi o Corinthians, em 2012. O alvinegro da capital paulista também é o time que recebe o maior valor, por volta de 30 milhões de reais. Os 12 clubes patrocinados pelo banco estatal receberão, somando os valores dos 12 contratos firmados, 120 milhões de reais.


Share on Facebook