Beto Campos lamenta desfalques após derrota e se recusa jogar toalha na luta contra Série C

Beto Campos reconhece primeiro tempo abaixo da média, mas acredita em uma sequência boa fora de casa

Beto Campos lamenta desfalques após derrota e se recusa jogar toalha na luta contra Série C
Divulgação/Náutico

Após ser derrotado por um pênalti irregular, o técnico Beto Campos está focado na sequência do clube na Série B. o treinador reconhece que a equipe foi bastante prejudicado dentro e fora de campo, com os desfalques que foram sentidos pelo time, que ainda foi prejudicado com um erro da arbitragem. Diante do Paysandu, o treinador não pôde contar com os dois principais atacantes, Gilmar e Vinícius, vetados pelo departamento médico. Além deles, o meia Giovanni e o zagueiro Léo Carioca, todos titulares, também não puderam estar em campo no Mangueirão.

Sobre a partida, Beto Campos admitiu que o time teve uma apresentação fraca, sobretudo no primeiro tempo. Porém, enxergou virtudes e uma evolução da equipe na etapa final.

“No primeiro tempo estivemos abaixo, aceitamos a pressão alta do adversário. E, por isso, mudei no intervalo com a entrada de Iago. Mas, infelizmente, tive de tirar Diego Miranda também e já foram duas trocas: uma por opção e outra por problemas. A equipe melhorou, ficou mais coesa, marcando forte e chegando com qualidade á frente. Porém, tomamos um gol num pênalti que não tenho condição de dizer se foi ou não”, analisou o treinador.

No momento, o Náutico precisa de uma arrancada com nível dos clubes que ocupam o G4 até o final deste Brasileiro para evitar a queda à Série C. Indo de encontro à matemática, Beto Campos se recusa a jogar a toalha. Otimista, projeta a recuperação à derrota para o Paysandu já no próximo sábado, diante do Londrina, no Paraná.

"Mesmo com todos os problemas que o time vem tendo, a equipe está vivendo um momento de reconstrução. Vamos agora ver os jogadores à disposição e montar a equipe para sábado. Não vamos mexer muito na base, a equipe está jogando em forte recuperação. Vamos analisar aqueles mais degastados e um ou outro atleta que possa retornar (de lesão) para procurar montar um time forte novamente", disse.


Share on Facebook