Dúvidas, retorno e desfalques na reapresentação do Náutico

Jogadores do Náutico se reapresentaram hoje pela manhã depois de uma vitória aliviadora

Dúvidas, retorno e desfalques na reapresentação do Náutico
Divulgação/Náutico

O elenco do Náutico se reapresentou na manhã desta segunda-feira, depois da vitória sobre o Boa Esporte que faz o time alvirrubro seguir sonhando com a permanência na Série B do Brasileirão. O técnico Roberto Fernandes, em entrevista, falou sobre o desafio de assumir o Timbu  na atual situação e afirmou não estar pronto para repetir a dose em outro clube.

"Eu cheguei ao meu limite de loucura para assumir desafios desse tamanho. Uma equipe com 14 pontos, na lanterna quando eu cheguei, com o ABC com quatro pontos na nossa frente e hoje estamos na frente deles. O elenco desequilibrado e a gente quase sem conseguir contratar. Além de ser obrigado a ter uma performance de campeão. Restam 11 jogos e, para não depender de ninguém, temos de vencer sete. Se a gente conseguir isso, é título, campanha de título e sem ter orçamento de um time que briga por título. O trabalho é muito difícil, mas vamos trabalhar, persistir e vamos buscar superação."

O treinador alvirrubro ainda ressaltou a entrega de seus jogadores.  " O grupo também está no limite. A gente busca fazer o que está ao nosso alcance. E eu estou priorizando os jogadores que estão na melhor condição física, técnica e, sobretudo, comprometidos com a causa. Quem não está assim, pode ter certeza, pode ser o maior craque, não fica. Com um time nessa situação, temos de ver o quanto o atleta está comprometido com a causa. E o grupo, em sua grande maioria, está assim."

Uma das novidades do dia, foi a recuperação do atacante William, que vem de lesão muscular. O atleta se juntou ao time no treino com bola e está a disposição do técnico para a próxima partida, na próxima sexta, contra o Goiás.Os jogadores que atuaram pelo jogo todo no fim de semana, deram voltas no gramado do CT dois do clube, enquanto o resto do elenco fez treino físico e tático em um espaço reduzido. O goleiro Jefferson falou um pouco da boa fase que vive e do pênalti defendido na última partida. 

"Acho que a desconfiança pode existir na cabeça do torcedor, de qualquer pessoa, mas na minha sempre fui confiante de buscar meu espaço aqui e firmar de uma vez na camisa um do Náutico.Para mim foi um momento de muita felicidade, poder ajudar a equipe naquele momento da partida. Não só pelo pênalti, mas a ajuda dos companheiros. Esses resultados só dão confiança à equipe." 

Em preparação para o jogo da próxima rodada em Goiânia, o Náutico não poderá com o lateral  Henrique Ávila, com lesão na coxa direita, e o atacante Rafael Oliveira, com torção no joelho, ambas lesões sofridas contra o Boa Esporte. Outros desfalques para a partida são os zagueiros Breno Calixto e Léo Carioca e o atacante Vinícius. O Timbu volta à campo nesta sexta-feira, às 21:30, no Serra Dourada contra o Goiás.