Em confronto direto contra o rebaixamento, CRB enfrenta Náutico, em Maceió

Time alvirrubro tem apenas duas vitórias fora de casa, mas terá que vencer para ainda sonhar com a permanência na segunda divisão

Em confronto direto contra o rebaixamento, CRB enfrenta Náutico, em Maceió
Time espera repetir atuação do jogo contra o Guarani (Foto: Divulgação / Náutico)
CRB
Náutico
CRB: Edson Kolln; Edson Ratinho, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Olívio, Adriano, Danilo Pires e Elvis; Pablo e Zé Carlos (Neto Baiano). Técnico: Mazola Júnior.
Náutico: Jefferson, Suelinton, Aislan, Rafael Ribeiro e Manoel; Amaral, Jobson e Giovanni; Rafinha, Dico e Leílson. Técnico: Roberto Fernandes.

Com oito pontos de diferença para o primeiro time fora da zona rebaixamento, o Náutico viaja para Maceió para um confronto regional contra o CRB, nessa terça (16), às 20h30 (Brasília), pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na partida do primeiro turno da competição, vitória dos alagoanos por 1 a 0, na Arena Pernambuco, com gol de Zé Carlos. A partida terá a arbitragem de Wanderson Alves de Souza.

Depois de ter perdido mais uma partida fora de casa contra o Goiás, o time alvirrubro voltou a vencer em casa um adversário direto. No último jogo, o time conseguiu ir bem e com gols de Rafinha e Bruno Mota, diminuiu a distância para sair da zona de rebaixamento. Se conseguir vencer, essa distância diminuirá ainda mais.

Se o objetivo na metade do campeonato era o acesso para a primeira divisão, hoje em dia é bem diferente. O CRB caiu muito de produção, teve vários tropeços e agora se aproxima perigosamente da zona de rebaixamento. Os quatro pontos conquistados nas últimas duas partidas deram um alívio, mas o sinal de alerta ainda está ligado, por isso, uma vitória contra o Náutico, será essencial.

Náutico com apenas dois zagueiros

Desde que o técnico Roberto Fernandes chegou ao Náutico, o time teve uma melhora considerável no seu aproveitamento. Mas muito disso se deve ao desempenho em casa, já que são cinco vitórias nos últimos seis jogos, com uma derrota apenas para o Inter, já fora de casa, o técnico não conseguiu pontuar nenhuma vez no comando da equipe alvirrubra.

Para tentar vencer, o técnico prega que o time, apesar da necessidade urgente de vitória, jogue com tranquilidade, pensando primeiro na parte defensiva, para só depois explorar os espaços deixados pelo time alagoano, já que o time tem sofrido muitos gols por partir para cima dos adversários.

Vamos fazer o máximo para tentar buscar essa vitória fora de casa. Perdemos jogadores importantes, vamos precisar mudar nossa forma de jogar, mas precisamos ter inteligência e saber exatamente o tamanho nosso sapato. Jogamos ofensivamente nos dois últimos jogos fora. Levamos cinco gols e não fizemos nenhum. Talvez seja o momento de jogar no erro do adversário.

Além de não contar com zagueiro Léo Carioca, se recuperando de um estiramento, e Breno Calixto, se recondicionando fisicamente após passar três semanas em tratamento também de um problema muscular, o treinador alvirrubro perdeu também Feliphe Gabriel, que recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Guarani.

O zagueiro Aislan, e o prata da casa Rafael Ribeiro, de 21 anos são os únicos zagueiros à disposição de Roberto Fernandes, Rafael Ribeiro atuou apenas uma vez nesta Série B entrou em campo na derrota por 3 a 0 para o Paraná, em Curitiba. Além desse jogo, só havia entrado em campo diante do Salgueiro, em fevereiro, ainda pelo Campeonato Pernambucano.

A dor de cabeça do treinador também é para montar o meio de campo onde Diego Miranda também está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e o seu substituto imediato, o volante William Schuster, está vetado pelo departamento médico. As opções para substituir são os volantes Jobson e Renan Paulino, que voltou a ser acionado no segundo tempo contra o Guarani, após passar quatro meses sem receber uma oportunidade.

No ataque, depois de perder William, Leílson deve ganhar uma chance entre os titulares. Com isso, o time que enfrentará o CRB deverá ir a campo com: Jefferson, Suelinton, Aislan, Rafael Ribeiro e Manoel; Amaral, Jobson e Giovanni; Rafinha, Dico e Leílson.

CRB sofre com desfalques

O CRB não vem bem no returno da Série B. O time somou apenas oito pontos nos últimos 10 jogos, o que deixou o time na briga contra o rebaixamento. Apenas dois pontos à frente da Luverdense, primeiro time do Z4, o time contará com alguns desfalques para o jogo contra o Timba.

Principal jogador do time alagoano na temporada, o atacante Chico não poderá jogar a partida por ter levado o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Paysandu. Para o seu lugar, o técnico Mazola Júnior ainda não definiu o substituto. Isso porque Pablo, que entraria automaticamente, não viajou para Belém e talvez não tenha condições de jogo. Marion, outra opção de ataque, já está confirmado fora da partida.

Outro desfalque é do meia Tony, mas no lugar dele, Elvis já está confirmado e vai para o jogo. Quem também pode não ser titular é o atacante Zé Carlos, que não está em suas melhores condições físicas. Se não jogar, Neto Baiano, o artilheiro do time na competição, será escalado.

Sendo assim, o provável CRB será escalado com: Edson Kolln; Edson Ratinho, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Olívio, Adriano, Danilo Pires e Elvis; Pablo e Zé Carlos (Neto Baiano).