Náutico perde para Paysandu e fica mais próximo da Série C

Time conseguiu ficar no empate até o fim do primeiro tempo, mas no segundo sucumbiu ao ataque do Paysandu

Náutico perde para Paysandu e fica mais próximo da Série C
Náutico
1 3
Paysandu
Náutico: Jeferson; David, Breno, Aislan e Ávila; Amaral, Diego Miranda, Bruno Mota, Rafinha e Dico; William. Técnico: Roberto Fernandes.
Paysandu: Emerson; Ayrton, Perema, Diego Ivo e Guilherme Santos; Augusto Recife (Jhonnatan, MIN. 62), Renato Augusto e Fábio Matos (Rafael Dumas, MIN. 83); Juninho (Diogo Oliveira, MIN. 46), Caion e Bergson. Técnico: Marquinhos Santos.
Placar: 0-1, Bergson, MIN. 14; 1-1, Perema (contra), MIN. 15; 1-2, Caion, MIN. 65; 1-3, Caion, MIN. 94.
ÁRBITRO: Felipe Gomes da Silva (PR). Cartões Amarelos: Breno e Aislan (Náutico); Diogo Oliveira e Jhonnatan (Paysandu).
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, realizado na Arena de Pernambuco, em Recife, Pernambuco.

Em partida válida pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Náutico e Paysandu se enfrentaram nessa terça-feira (7), na Arena de Pernambuco em um duelo contra o rebaixamento. Com gols de Bergson e Caion, o Paysandu conquistou a vitória por 3 a 1. Perema contra fez o gol dos alvirrubros.

Com o resultado, o Timbu fica cada vez mais perto da terceira divisão, ocupando a 19ª colocação, com 31 pontos, nove atrás do Luverdense, primeiro time fora do Z4. O próximo jogo do Timbu, será no sábado (11), às 16h30 (horário de Brasília), contra o Londrina, na Arena de Pernambuco.

Já o Papão subiu uma posição e agora é o 10º, com 45 pontos, afastando completamente a chance de cair. O time paraense volta suas forças para o confronto contra o Brasil de Pelotas, outra equipe que está na parte de baixo na tabela. O jogo será no Mangueirão, às 18h (horário de Brasília).

Primeira etapa equilibrada e empatada

Antes do primeiro minuto da primeira etapa, o Náutico entra na área, William recebeu de frente com Emerson e chutou em cima do goleiro bicolor. Logo após o Paysandu respondeu, com Caion, mas Aislan fez o corte. Aos oito minutos,  cruzamento para William na área , Guilherme Santos se antecipou e evitou o chute do atacante.

Aos 10, Guilherme Santos invadiu a área e cruzou rasteiro em direção a Bergson, mas Aislan afastou o perigo bicolor. Aos 13 minutos, no vacilo de Diego Miranda, Bergson recebeu a bola dentro da área e soltou um forte chute, abrindo o placar na Arena Pernambuco.

E o Paysandu também entregou. Mal os bicolores comemoravam o gol e Perema marca, mas contra. O zagueiro tentou recuar de cabeça para Emerson, que é pego desprevenido. Bergson, ex-Náutico, é vaiado pelos torcedores a cada toque na bola.

Aos 29 minutos, Amaral chutou de fora da área e a bola passou perto da trave esquerda de Emerson. Náutico segue na pressão. A defesa do Paysandu mostra intranquilidade nas investidas do adversário. No final do primeiro tempo, a bola sobrou para Guilherme Santos, que, de primeira, soltou um forte chute na trave esquerda de Jefersson. Quase o segundo do clube paraense.

Paysandu aproveita nervosismo e mata o jogo

No ínicio da segunda etapa, o Náutico partiu para cima em busca do gol de desempate. Logo aos 4', William recebeu falta na área. Mesmo com uma distância grande para o gol, Aislan bateu e a bola saiu perigosamente, raspando o travessão do goleiro Emerson. Aos 12, nova chance com William, que de frente para o goleiro, perdeu o gol.

Se o Náutico pressionava, o Papão se mostrava mais eficiente. Fábio, velho conhecido da torcida alvirrubra por já ter atuado no Sport, fez boa jogada e acha Caion entre os zagueiros. De frente para o goleiro, o atacante não desperdiça e desempata o jogo a favor do Paysandu, aos 19'.

Com o gol, o ímpeto do time alvirrubro diminuiu e a equipe não conseguia mais pressionar os visitantes. Tanto que o golpe de misericórdia veio novamente com Caion. O lance se originou com Náutico batendo uma falta no campo de ataque, no contra-ataque, Jhonnatan deu passe preciso para o jovem atacante, que marcou seu segundo gol e deu números finais a partida.