Buscando uma vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste, Náutico visita o Itabaiana

Equipes passaram por grandes reformulações em seus elencos, por conta de campanhas ruins em 2017

Buscando uma vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste, Náutico visita o Itabaiana
Arte: Junior Ribeiro/VAVEL
Itabaiana
Náutico
Itabaiana: Andrade; Euzébio, Diego Bispo, Ramon e Juninho; Bida, Eduardo, Léo Lima, Mica e Bida; Genildo e Paulinho Macaíba. Técnico: Gilberto Pereira.
Náutico: Jefferson; Thiago Ennes, Rafael Ribeiro, Camacho e Gabriel Araújo; Negretti, Hygor e Wallace Pernambucano; Clebinho, Daniel Bueno e Fernandinho. Técnico: Roberto Fernandes.
ÁRBITRO: Luís César de Oliveira Magalhães (CE)
INCIDENCIAS: Partida de ida da fase preliminar da Copa do Nordeste 2018. Será realizada na próxima segunda (8), às 20h (Recife), no Estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana, Sergipe

Enquanto alguns times ainda vão levar um tempo para estrearem na temporada 2018, outras estarão em campo já neste início de ano. É o caso de Itabaiana e Náutico, que farão a partida de ida da fase preliminar da Copa do Nordeste 2018, nesta segunda-feira (8), às 20h (horário de Recife), no estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana, Sergipe. A arbitragem fica por conta de Luís César de Oliveira Magalhães (CE).

Após um ano desastroso nas competições disputadas, que culminou com o rebaixamento da equipe para a Série C do Campeonato Brasileiro, o Náutico teve que remontar todo o time para a nova temporada. Com isso, fica a expectativa de como será a estreia do Timbu na Copa do Nordeste, que é considerada essencial para as finanças do clube, já que a classificação renderá 500 mil reais aos cofres alvirrubros.

No Itabaiana, as coisas não foram muito diferentes. Se a boa campanha na Copa do Nordeste, onde o time passou em primeiro no seu grupo, deixando adversários tradicionais como o CRB-AL para trás, trouxe uma esperança para o torcedor sergipano, a péssima campanha na Série D, com o time ficando na lanterna na primeira fase, deixou um sentimento de decepção.

Timbu preparado para decisão

Com a chegada de reforços durante a preparação, Roberto Fernandes sempre deixou claro que tinha poucas dúvidas sobre o time titular que faria a estreia do Náutico na temporada. Na última semana de treinamentos, esse número ficou reduzido a um, que é a definição do jogador que será o centroavante da equipe. Mas com a regularização de Daniel Bueno, Odilávio ficará como opção para o segundo tempo.

Os múltiplos testes realizados por Fernandes, além do fator técnico, vai em busca de resolver a questão das lesões no elenco, um problema comum na maioria dos clubes durante a pré-temporada. Um dos que falaram sobre isso, tratando sobre os muitos casos que aconteceram com o Timbu nessa preparação, foi o volante Negretti, que voltou ao Náutico, após já ter jogado pelo time em 2016.

"Isso é um fato normal pela intensidade dos treinamentos, em vista que duas lesões foram de trauma, então tem muitas coisas que são inevitáveis no futebol. Em vista, quando eu saí do Náutico, fiquei 10 dias em casa só e me apresentei já para pré-temporada e com isso você acaba sofrendo, principalmente quando é um atleta que não da ênfase na parte física", afirmou o volante.

Na preparação, o Náutico também fez quatro amistosos, sendo dois contra o time sub-20 e outros dois contra Auto Esporte-PB e CSP-PB. Ao todo, o Timbu acumulou dois empates e duas vitórias. Os empates são justificados por Roberto Fernandes ter feito muitos testes, inclusive, trocando o time inteiro de um tempo para outro em algumas oportunidades.

Mesmo sem ter divulgado a escalação que enfrentará o Itabaiana, Roberto Fernandes já deu todas as pistas de quem entrará em campo como titular. Sendo assim, o time deve ir a campo com: Jefferson; Thiago Ennes, Rafael Ribeiro, Camacho e Gabriel Araújo; Negretti, Hygor e Wallace Pernambucano; Clebinho, Daniel Bueno e Fernandinho.

Itabaiana precisando de inspiração

Os amistosos realizados pelo Itabaiana deixaram claro que, enquanto a defesa tem se mantido sólida, falta inspiração para conseguir chegar com perigo no ataque. Tanto que, nos dois jogos contra o Fluminense de Feira-BA, os times, que estão se preparando para a temporada, não balançaram as redes, além de terem poucas chances criadas pelos jogadores de meio de campo.

Se o meio preocupa, o alento que fica para Gilberto Pereira, técnico da equipe sergipana são as laterais, que tem sido o principal escape do time. Inclusive, na partida contra o Fluminense-BA, a principal chegada da equipe foi através de um cruzamento pela direita em que Paulinho Macaíba cabeceou para uma grande defesa de Deola.

Além dos problemas dentro de campo, outro fato afetou o Itabaiana durante a semana. Sem o laudo que permitisse a presença de torcida no Etelvino Mendonça, ficou a expectativa de que o jogo contra o Náutico acontecesse de portões fechados. Mas uma nova inspeção realizada na última quarta-feira (3), permitiu que o estádio seria liberado, mesmo que com a capacidade reduzida para quatro mil pessoas.

Gilberto Pereira não confirmou os seus titulares, mas a escalação não deve fugir da que foi utilizada nos amistosos, indo a campo com: Andrade; Euzébio, Diego Bispo, Ramon e Juninho; Bida, Eduardo, Léo Lima, Mica e Bida; Genildo e Paulinho Macaíba.