No sufoco, Náutico empata com Cordino-MA e se classifica na Copa do Brasil

Alvirrubros usaram a vantagem do empate contra os maranhenses e avançam de fase na competição

No sufoco, Náutico empata com Cordino-MA e se classifica na Copa do Brasil
Foto: Léo Lemos/Náutico
Cordino-MA
1 1
Náutico
Cordino-MA: ALBERTO; MICHEL, DA SILVA, EMERSON E RENAN (MATHEUS); JÚNIOR NEGRÃO (RONY), ANDRÉ (GUALBERTO), ULISSES, REGIS PITBULL E KELSON (ALISSON); JONAS PIUPIU
Náutico: JEFFERSON (BRUNO); THIAGO ENNES, CAMUTANGA, BRENO CALIXTO E KEVYN; NEGRETTI, JOSA (ROBINHO) E WALLACE PERNAMBUCANO; CLEBINHO, THARCYSIO (DANIEL BUENO) E GABRIEL ARAÚJO.
Placar: 1-0, MIN.28, ULISSES. 2-0, MIN.81, CAMUTANGA.
ÁRBITRO: ANDREY DA SILVA E SILVA (PA). AMARELOS: BRENO CALIXTO (MIN.27), JONAS PIUPIU (MIN.37), DANIEL BUENO (MIN.47).
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 1ª FASE DA COPA DO BRASIL, SENDO DISPUTADA NO CASTELÃO, EM SÃO LUÍS, MARANHÃO.

O torcedor alvirrubro não tem tido vida fácil nesse início de temporada, e assim foi no 1 a 1 entre Cordino Náutico, no estádio do Castelão em São Luís, valendo pela primeira fase da Copa do Brasil. Com o resultado, o Timbu garantiu a classificação para a próxima fase, já que tinha a vantagem do empate. Além da vaga, também assegura a cota de premiação R$600 mil.

O Náutico volta as atenções para o Campeonato Pernambucano, onde enfrenta o Pesqueira no próximo sábado, fora de casa. Os alvirrubros lideram a competição com sete pontos.

Donos da casa à vontade

O técnico Roberto Fernandes abriu mão do esquema dos três volantes utilizado nos dois últimos jogos, tirando William Gaúcho para o lugar de Tharcysio, e recuando Wallace Pernambucano para o meio. Porém, como vem sendo nos últimos jogos, a criação do Timbu pouco incomoda a defesa adversária. O Cordino esteve no controle da primeira etapa inteira, mesmo com uma postura mais defensiva. Aos 29, aconteceu o que estava escrito. Jonas Piupiu aproveitou bobeira de Camutanga, que errou na proteção da bola. O atacante mandou a bola na travessão, indo na direção de Regis Pitbull, que ao tentar o chute foi derrubado na área por Breno Calixto. Na cobrança do pênalti, Ulisses bateu com categoria e abriu o placar no Castelão.

Redenção de Camutanga

Roberto Fernandes fez mudanças no intervalo, buscando mudar a dinâmica ofensiva, tirando Tharcysio para o lugar de Daniel Bueno. O desespero alvirrubro iniciava aos 11 minutos, quando Jefferson sentiu dores e deixou o campo. Cria da base, Bruno entrou no seu lugar. 

Apesar de conseguir chegar mais ao ataque, o Náutico seguia com dificuldades, realizando apenas cruzamentos. Aos poucos, mesmo atrapalhado, os alvirrubros criaram uma pressão na equipe maranhense. Aos 36, em levantamento após cobrança de falta, aconteceu a redenção de Camutanga, que cabeceou para o fundo do gol. O gol da classificação e de R$600 mil para os cofres do Timbu.