Com dois de Gabriel Jesus, Palmeiras goleia Atlético-PR na estreia do Brasileirão

Verdão garante primeira vitória no torneio nacional com facilidade, apresentando bom futebol; Gabriel Jesus se isola na artilharia da equipe alviverde

Com dois de Gabriel Jesus, Palmeiras goleia Atlético-PR na estreia do Brasileirão
Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras / Divulgação
Palmeiras
4 0
Atlético-PR
Palmeiras: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Jean, Matheus Sales, Cleiton Xavier (Moisés), Gabriel Jesus e Róger Guedes (Rafael Marques); Lucas Barrios (Alecsandro). Técnico: Cuca
Atlético-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson (Hernani) e Pablo (Vinícius); Ewandro, Nikão e Walter. Técnico: Paulo Autuori
Placar: 1-0, Roger Guedes, min. 19'/1T. 2-0, Gabriel Jesus, min. 0'/2T. 3-0, Thiago Martins, min. 7'/2T. 4-0, Gabriel Jesus, min. 41'/2T.
ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araujo. Cartões Amarelos: Lucas Barrios, Paulo André, Walter. Cartões Vermelhos: Léo.
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, realizada no Allianz Parque.

Na tarde deste sábado (14), o Palmeiras recebeu o Atlético-PR no Allianz Parque em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.  De goleada, o Verdão levou a vitória por 4 a 0 diante da equipe paranaense, onde os gols foram marcados por Roger Guedes, Gabriel Jesus (2x) e Thiago Martins.

A etapa inicial começou recatada, com poucas chances de ambas as equipes, até que o Palmeiras se impôs um pouco mais e conseguiu abrir o marcador e segurar o resultado até o intervalo. Na segunda etapa de jogo, logo após o apito do árbitro o segundo gol alviverde aconteceu e deu um gás a mais para o time. A partir daí o domínio verde só aumentou e num escanteio o Verdão ampliou. O quarto gol veio nos minutos finais, decretando a goleada no Allianz Parque.

Na próxima rodada o Palmeiras vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli, às 16h do próximo sábado (21), enquanto o Atlético-PR recebe o Atlético-MG na Arena da Baixada no domingo (22) às 11h.

Verdão abre o placar e árbitro se atrapalha

Os minutos iniciais da partida contaram com um certo equilíbrio. Apesar de jogar fora de casa, o Atlético-PR conseguiu um bom início de jogo arriscando no ataque e buscando a posse de bola. O Palmeiras por sua vez, apresentava perigo nos contra-ataques. O primeiro lance a gol foi do lado verde, mas foi assinalado impedimento. Aos 11 minutos, quem chegou com perigo foi o Furacão. Um bom cruzamento de Ewandro foi parar na cabeça de Thiago Heleno, que mandou a bola para fora pelo lado esquerdo.

A equipe paranaense tentava sair jogando com toques curtos, mas era obrigada a acionar os lançamentos devido a forte marcação do Palmeiras, que não dava muitos espaços. O Verdão estava esperando o momento certo de chegar, até que Cleiton Xavier lançou Gabriel Jesus pela esquerda. O atacante cruzou, para Róger Guedes desviar para o gol aos 19 minutos, abrindo o marcador para os donos da casa. Três minutos depois o Palmeiras teve mais uma boa chance novamente com Roger Guedes, que apareceu bem pela direita em um cruzamento, mas Weverton ficou com a bola.

Aos 36 minutos, o árbitro  Bruno Arleu de Araújo fez uma confusão que tumultuou a partida, onde parou o jogo e sinalizou amarelo para Barrios. Seria o segundo, originando a expulsão. Mas o paraguaio, na verdade, sofreu falta de Paulo André por trás. O árbitro, então, voltou atrás, cancelou o cartão de Barrios e deu amarelo a Paulo André. Após a trapalhada do árbitro, Barrios e Paulo André continuaram se desentendendo.

O Verdão ainda continuou pressionando em busca do segundo gol, enquanto o Atlético-PR apresentava muitos erros, facilitando as chegadas do Palmeiras. Apesar disso, o primeiro tempo terminou com a vantagem de 1 a 0 para os donos da casa.

Palmeiras amplia e vence de goleada

A etapa complementar começou a todo vapor: 20 segundo de jogo e o Palmeiras novamente balançou as redes. Na jogada, Cleiton Xavier avançou pela esquerda e cruzou para Gabriel Jesus, que completou a jogada e assinalou o segundo gol alviverde. Este foi o décimo gol do atacante na temporada, que assumiu a artilharia isolada no Verdão.

A pressão do Palmeiras se manteve e por pouco o terceiro gol não saiu aos seis minutos, quando em cobrança de falta de Egídio, Gabriel Jesus cabeceou, mas o goleiro Weverton tirou com a mão. Logo em seguida, Cleiton Xavier cobrou na cobrança de escanteio pela esquerda e Thiago Martins se antecipou na primeira trave, completando para o gol e ampliando o placar.

Aos 14 minutos, o árbitro novamente se complicou em um lance duvidoso. Após uma suposta falta de Léo em Gabriel Jesus, o juiz deu cartão vermelho e o jogador do Atlético-PR foi expulso, deixando a equipe paranaense com um homem a menos.  A partida seguiu como se o Atlético-PR simplesmente não estivesse em campo, estava completamente apagado enquanto o Palmeiras arriscava e chegava ao ataque de todas as formas. 

Aos 22 minutos, o quarto gol não saiu por pouco. Numa boa jogada de Gabriel Jesus, Roger Guedes finalizou e a bola passou raspando por cima do travessão. Aos 30, uma bela jogada envolvendo Matheus Sales, Alecsandro e Gabriel Jesus que terminou com uma linda defesa de Weverton. A vitória do Palmeiras já era certa com o terceiro gol marcado, mas não foi o bastante e, aos 41 minutos, Gabriel Jesus recebeu lançamento, dominou com estilo e chutou forte, mandando uma bomba de pé esquerdo para decretar a goleada no Allianz Parque.