Cuca minimiza erro de arbitragem e aprova atuação do Palmeiras: "Quem veio, ficou satisfeito”

O treinador exaltou  o rendimento da equipe, principalmente na segunda etapa e absolveu o auxiliar por erro no primeiro gol do Grêmio

Cuca minimiza erro de arbitragem e aprova atuação do Palmeiras: "Quem veio, ficou satisfeito”
Cuca explicou a mudança na equipe titular e aprovou o ataque do Verdão( Foto: Rafael Costa / VAVEL Brasil)

Na noite desta quinta-feira (2) o Palmeiras venceu o Grêmio  por 4 a 3, a partida ficou marcada por conta dos vários gols e péssima arbitragem. Apesar das dificuldades o técnico Cuca aprovou atuação da equipe na partida.

"Foi um jogo que teve um pouco de tudo. Um primeiro tempo tenso, nervoso e começou a chover também, até o pessoal se estabilizar bem no gramado. Saímos à frente muito cedo, o que é bom, e acho que a gente passou a administrar muito cedo o gol que fizemos. O Grêmio adiantou as linhas e teve controle maior no primeiro tempo, ainda que as chances tenham sido iguais. O Grêmio criou chances e acabou fazendo um gol, que deixou o time do Palmeiras nervoso porque estava em impedimento.”Comentou.

Para o treinador, o Verdão teve o melhor desempenho na etapa final desde que comanda a equipe e  demonstrou satisfeito com o resultado " Acalmamos o time no intervalo, fizemos uma alteração que consideramos ideal. O Gabriel (Jesus) rendeu muito bem como centroavante, o (Róger) Guedes entrou bem, e o Dudu fez uma grande partida. E o Palmeiras jogou bem no segundo tempo, talvez o melhor tempo que jogou comigo. Criamos mais de 10 oportunidades de gols por um lado e por outro, com velocidade e bolas paradas. Era questão de tempo fazer o terceiro gol, e ainda fizemos o quarto. Foi um jogão, quem veio aqui ficou satisfeito com o que viu." Ressaltou.

Cuca explicou o motivo de ter sacado do time Thiago Martins, e de ter colocado na equipe titular o volante Thiago Santos " O Grêmio joga com um quadrado na frente. Luan, Douglas, Walace e Maicon, os quatro gostam da bola e sabe jogar. Eles não têm centroavante. Não podia hoje ter dois zagueiros contra nenhum centroavante, e não ter quatro no meio. Quando eu pus o Thiago Santos era para ter ele e o Mateus como volantes, e só o Vitor Hugo de zagueiro. Acho que deu certo, conseguimos neutralizar grande parte das jogadas do Grêmio." Analisou.

Apesar da péssima atuação do trio de arbitragem Cuca não condenou o auxiliar Rodrigo Corrêa pelo gol primeiro gol do Grêmio de forma írregular "Esse menino, o bandeira Rodrigo Corrêa, é gente boa, dialoga, conversa com a gente. É dos bons, temos que absolver desse erro, porque é excelente pessoa e ótimo bandeira. Falei a ele que se tivesse perdido jamais iria falar em cima do erro. Tomara que não seja punido e siga a carreira." Finalizou o técnico