Exame de Arouca testa positivo em antidoping e volante pode sofrer suspensão

Médicos do Palmeiras vão conceder uma coletiva nesta quarta na Academia de Futebol, para tratar deste assunto

Exame de Arouca testa positivo em antidoping e volante pode sofrer suspensão
Arouca deve ser punido por usar substância proibida (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras tem mais um jogador pego no exame antidoping. Depois do atacante Alecsandro, agora foi a vez do volante Arouca, que utilizou uma substância proibida ainda não divulgada. O jogador de 30 anos foi submetido ao exame após a partida contra o Internacional, válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O alviverde venceu o colorado por 1 a 0 no Beira Rio.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Palmeiras comunicou que falará sobre o assunto nesta amanhã (31). Os médicos do Verdão, Rubens Sampaio e Vinicius Martins, vão conceder uma entrevista coletiva, nesta quarta-feira, às 13h, na Academia de Futebol. O jogador ainda não se pronunciou.

O camisa 5 é o segundo jogador palmeirense a ser pego no doping recentemente. Alecsandro foi flagrado em exame antidoping no Campeonato Paulista, e foi suspenso por dois anos pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo. O atacante ainda segue esperando a data do julgamento do recurso.

Arouca não tem sido muito utilizado pelo técnico Cuca. Diante do Fluminense, no último domingo, em Brasília, o volante entrou no segundo tempo para substituir Gabriel, teve um desempenho normal e foi amarelado no pouco tempo em campo. Ele tem contrato até 31 de dezembro de 2019.

Para o confronto contra o Botafogo-PB, válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, Arouca não foi relacionado. O treinador palmeirense irá contar com os volantes Thiago Santos e Gabriel. O elenco do Verdão ainda possui para a posição os jogadores Matheus Sales e Rodrigo. Contratado em 2015, Arouca tem 59 jogos com a camisa do Palmeiras e ainda não marcou gols.