Palmeiras bate Botafogo-PB e abre vantagem na Copa do Brasil

Time marcou três gols no segundo tempo e viajará tranquilo daqui três semanas para a Paraíba; Belo agora volta foco para a Série C

Palmeiras bate Botafogo-PB e abre vantagem na Copa do Brasil
Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras
Palmeiras
3 0
Botafogo-PB
Palmeiras: Jailson; Jean, Mina, Vitor Hugo, Zé Roberto; Tche Tche, Moises (Gabriel), Cleiton Xavier (Allione), Erik (Vitinho); Dudu, Rafael Marques. Cuca
Botafogo-PB: Michel Alves; João Paulo, Plínio, Marcelo Xavier, David Luis; Djavan, Pedro Castor (Sapé), Marcinho, Jefferson Recife (Danielzinho); Rodrigo Silva, Carlinhos (Assis). Itamar Schulle
Placar: 1-0, min. 57, Jean. 2-0, min. 62, Rafael Marques. 3-0, min. 80, Tche Tche
INCIDENCIAS: Jogo de ida válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2016

Em No primeiro jogo da quarta-feira (31) válido pela Copa do Brasil 2016, o Palmeiras, líder do Campeonato Brasileiro, recebeu no Allianz Parque o Botafogo da Paraíba, que atualmente faz parte da terceira divisão do brasileirão e não tomou conhecimento do adversário, vencendo o duelo por 3 a 0. A partida valeu como jogo de ida das oitavas de final.

Apesar do placar elástico, o time paulista se viu frustrado com o 0 a 0 na primeira parte do jogo. Só na segunda etapa a equipe deslanchou. Jean, Rafael Marques e Tchê Tchê anotaram os gols que deram uma vantagem considerável para a equipe no jogo da volta.

As duas equipes votlam a se enfrentar pelo torneio apenas no dia 21 de setembro no Estádio O Almeidão, em João Pessoa, às 19h30. Para o Palmeiras avançar às quartas, o time poderá perder por até dois gols de diferença ou três, caso faça um gol ou mais na casa do time paraibano.

Palmeiras foi melhor mas não efetivou diferença em gols

Com favoritismo ao seu lado e jogando frente a sua torcida, o Verdão manteve a bola nos primeiros minutos, mas quando não tinha posse, viu um Botafogo preparado e sem medo, chegando próximo a área de Jaílson em algumas oportunidades. Apesar disso, a primeira chance de gol foi do time de Cuca. Em cruzamento de Zé Roberto, o zagueiro Mina encostou de cabeça e a bola passou perto do gol defendido por Michel Alves.

Na meia parte do primeiro o Palmeiras tomou conta das ações. O estilo ofensivo criado por Cuca não teve efeito em finalizações, mas conseguiu controlar a posse de bola e rondar o gol paraibano. Rafael Marques e Marcelo xavier contra foram as duas principais chances do Palmeiras, que só veio ser ameaçado aos 26 minutos, com Pedro Castro recebendo passe de Djavan e finalizando por cima de Jaílson.

Aos 31 minutos, o atacante Rodrigo Silva desperdiçou boa chance para o Botafogo, mas o chute no rebote saiu pelo lado da meta. Dudu encerrou a primeira etapa finalizando de fora da área, mas o goleiro do Belo segurou firme.

Verdão deslancha e põe boa vantagem para duelo na capital paraibana

Allione entrou no lugar de Cleiton Xavier, sendo a única alteração do intervalo no lado palmeirense. O argentino deu mais mobilidade e criação para a equipe. Logo aos dez minutos, Rafael Marques sofreu falta fora da área, mas o assistente marcou penalidade para o Palmeiras. Jean, em cobrança tranquila, abriu o marcador no Allianz Parque, dando certo alívio ao jogadores e a torcida.

O segundo gol quase saiu com Erik. Em jogada iniciada por Dudu, o atacante cruzou no pé do meia, que finalizou no corpo de Michel Alves. Mas em seguida, aos 17 minutos, o Botafogo viu o placar ficar elástico. Com faro de gol, Rafael Marques fez o drible dentro da área e tocou sem chances para o goleiro paraibano, abrindo 2 a 0 antes dos 20 minutos do segundo tempo.

O time da casa conheceu a tranquilidade na partida. Ambos os times mexeram na estrutura e com alterações vindo banco mas permaneceu sem modificar o âmbito do duelo. Porém, aos 35 minutos, Cuca e comandados selaram a vitória com o terceiro gol. Allione, peça importante na etapa final, fez boa jogada e devolveu atrás para Tchê Tchê, que com categoria bateu no cantos, sem nenhuma chance para Michel Alves. O time agora pode até perder por dois gols que fica entre os oito melhores da Copa do Brasil.