Egídio alerta sobre duelo com lanterna América-MG: “Temos que ter cuidado”

Com dois títulos brasileiros no currículo, lateral admitiu estar melhorando sua marcação a cada dia

Egídio alerta sobre duelo com lanterna América-MG: “Temos que ter cuidado”
Lateral explica que, apesar do clima descontraído no dia a dia do Palmeiras, não existe "oba, oba" em relação ao título (Foto: Willian Pereira / VAVEL Brasil)

O líder do Campeonato Brasileiro perante o lanterna da competição. O que a teoria aponto como um jogo sem muitas dificuldades para o Palmeiras, o lateral Egídio alerta sobre os perigos que o América-MG pode apresentar para o Verdão neste próximo domingo (9).

Eles têm jogadores rápidos no ataque. Não se trata de qualquer time. Só pelo fato de estarem na série A, já faz deles um time bem organizado, por mais que estejam na lanterna. Temos que criar as jogadas e segurar ali atrás para não levarmos gol”, declarou.

No primeiro turno, o Palmeiras levou a melhor sobre o Coelho. Jogando no Allianz Parque, o Verdão fez 2 a 0, com dois gols de Gabriel Jesus. Desta vez, apesar do mando de campo ser do adversário, grande parte da arquibancada deverá estar ocupada por palmeirenses, o que aumenta a sensação de estar jogando em casa.

"Sabemos que é uma região de muitos palmeirenses e certamente nossa torcida será muito maior que a deles. Vai ser difícil como seria no Independência, então temos que ter essa consciência para fazermos um grande jogo e saímos vitoriosos", disse.

Em busca de mais um título brasileiro

Nas campanhas vitoriosas do Cruzeiro, em 2013 e 2014, Egídio integrava a equipe comandada por Marcelo Oliveira. O lateral é um dos poucos jogadores do elenco palmeirense que já teve a oportunidade de conquistar o título do Campeonato Brasileiro.

É uma satisfação, uma honra muito grande. Um dos campeonatos mais difíceis que existe e para ficar ali na ponta é bem complicado. Estamos tantas e tantas rodadas ali, então nesta reta final temos que ter mais concentração”, destacou Egídio.

O camisa 6 divide a posição na lateral esquerda com o experiente Zé Roberto, que mesmo aos 42 anos, segue a todo vapor no time titular. “Ele é um exemplo. Lógico que não vamos ficar felizes por não jogar, mas também não ficamos chateados. Somos um grande grupo e estamos todos aqui por um único objetivo. Quem tem entrado, tem dado o recado”.

Duelo contra o favoritismo

Líder a 18 rodadas, o Palmeiras assume o posto como o principal favorito a conquistar o título. Para controlar a euforia pelo momento vivido, Egídio conta que o técnico Cuca tem “trabalhado muito bem” com todo o grupo, afim de manter o foco até o final da temporada.

Isso vem de fora, é o que todos falam. Mas, sabemos que o futebol é disputado dentro das quatro linhas, então tudo pode acontecer. Sabemos dessa obrigação pelo título e vamos atrás disso no domingo e buscar nos manter na liderança”.