Moisés defende grupo após eliminação: "Estamos juntos no mesmo barco"

Camisa 10 do verdão elogia Egídio e lamenta eliminação na Libertadores da América.

Moisés defende grupo após eliminação: "Estamos juntos no mesmo barco"
Moisés em entrevista coletiva na academia de futebol (Credito: Cesar Greco Ag Palmeiras)

Palmeiras foi eliminado nas oitavas de finais da taça Libertadores da América na quarta feita (9) depois de ganhar o jogo por 1 a 0 e perde nos pênaltis de 5 a 4 para o Barcelona-EQU no Allianz Parque.  

O  destaque da equipe no confronto foi o meio campista Moisés, camisa 10 do verdão foi autor do gol da vitória, além de assumir a responsabilidade de bater o último pênalti antes das cobranças alternadas mesmo machucado.

Na noite desta quinta feira (11), meia deu entrevista coletiva na academia de futebol; abatido com a eliminação jogador disse que sonhou em voltar a jogar depois de seis meses lesionado em um jogo de Libertadores: " Foi uma mistura de emoções esse jogo, esse dia. Desde que me machuquei, era um sonho voltar nesse jogo. Consegui jogar, ajudar minha equipe até certo ponto" 

Questionado sobre o ano do Palmeiras, se o elenco sentiu a pressão, Moisés declarou " Isso são coisas do futebol, muitas vezes nem o melhor elenco, o melhor time vence. E notório que não conseguimos fazer aquilo que  foi planejado, é natural a cobrança por títulos. 

O lateral direito Egídio é uns dos atletas mais cobrados pela torcida. No final do jogo parte dos torcedores palmeirense começaram a xingar o jogador  no Allianz Parque. Moisés ouvindo os xingamentos pediu para torcida parar "O Egídio fez um grande jogo, entendo que um dos melhores dele pelo Palmeiras. As circunstâncias o levaram a bater o sexto pênalti. Ele não estava entre os cinco que bateriam. " declarou o meia enfatizando atitude do jogador.

Moisés declarou que o jogador que tem que ser honesto na hora dos pênaltis e dizer se realmente está bem "Eu particularmente prefiro que o jogador seja honesto e fale o que realmente sente. Se ele não se sentia bem, foi homem para caramba também. Melhor do que ir com medo e não fazer seu melhor".

Lembrando que na horas das cobranças de pênaltis por opção do técnico Cuca verdão não contava com seus cobrados oficiais da temporada, Jean e Borja não entram no jogo; Roger Guedes e Dudu foram substituído durante a partida. Próximo adversário do verdão será o Vasco da gama domingo ás 16h00 no Rio de Janeiro. 


Share on Facebook