Pitbull sem focinheira: Felipe Melo e a conturbada relação com Palmeiras

Felipe Melo chegou ao Alviverde com muita Ousadura;  Relembre a trajetória do jogador, desde sua contratação para dor de cabeça do técnico Cuca

Pitbull sem focinheira: Felipe Melo e a conturbada relação com Palmeiras
Pitbull sem focinheira! ( Divulgação / GettyImages)

O dia é 4 de Setembro de 2017, às 15h45 no horário de Brasília, o volante Felipe Melo concedia entrevista coletiva na Academia de Futebol do Palmeiras. Reintegrado ao elenco principal, o jogador afirmou que conversou com a família, com os dirigentes e com o técnico Cuca, pivô do afastamento do atleta. Para entender toda essa história de reviravoltas, precisamos retornar ao começo de tudo.

Palmeiras contrata Felipe Melo

Chegando como o sexto reforço da temporada, Alexandre Mattos anunciou Felipe Melo. O volante assinou com o alviverde no dia 8 de janeiro de 2017, causando um verdadeiro alvoroço entre a torcida palmeirense, ansiosa para ver o novo reforço na Taça Libertadores, que era o principal torneio do ano palestrino.

Divulgação / GettyImages
Divulgação / GettyImages

 

– Estou realizando um sonho de voltar ao Brasil e com uma idade (33) que me permite correr e fazer o que eu mais amo sem maiores problemas. Estou muito honrado, e agradeço a Deus por essa oportunidade, de voltar e jogar em um clube de tamanha grandeza que é o Palmeiras. É uma honra muito grande estar vestindo essa camisa – disse o jogador ao site do Palmeiras.

O volante estreou pelo clube em um amistoso contra a Chapecoense, realizado no dia 22 de janeiro, na Arena Condá. O jogo terminou empatado por 2 a 2 com gols de Raphael Veiga e Vitinho para o Palmeiras. Douglas Grolli e Amaral fizeram para a Chape.

Era Eduardo Baptista

 O Palmeiras inicia sua caminhada na temporada de 2017 no Campeonato Paulista, comandado pelo técnico Eduardo Baptista, que escolheu reforços e montou o elenco ao seu gosto. Eduardo começou a sofrer questionamentos logo nas primeiras rodadas do Paulistão, com a crítica de não conseguir montar um esquema e achar o time ideal do Alviverde. Com o técnico, Felipe Melo foi titular e peça fundamental do meio-campo, alternando bons e razoáveis jogos pelo Verdão.

Eduardo Baptista é demitido no dia 4 de maio, com a derrota por 3 a 2 para o Jorge Wilstermann, na Bolívia, pela Libertadores. Com a saída do comandante, Felipe agradeceu pelas redes sociais o pouco tempo de trabalho junto ao antigo treinador:

Obrigado, Eduardo Baptista! Em pouco tempo de trabalho que tivemos aqui no Palmeiras, aprendi bastante contigo. Admiro sua humildade e a forma com que você trabalha, sempre com dedicação e seriedade. Agradeço por me ajudar nessa volta ao Brasil. Desejo que tenha muito sucesso na sua carreira e que Deus possa te abençoar sempre!”, escreveu Felipe Melo.

Divulgação / Palmeiras
Divulgação / Palmeiras

Era Cuca marcada por discussões

 No dia 9 de maio, cinco dias após a demissão de Eduardo Baptista, o Palmeiras anuncia a volta do técnico campeão brasileiro de 2016: Cuca

Voltando com bastante moral com a diretoria e principalmente com a torcida, Cuca teve a missão de seguir o objetivo de conquistar a América com o Palmeiras. O técnico mexeu em algumas peças mas a princípio manteve Felipe como titular.

Com o passar do tempo, Felipe Melo acabou indo para o banco de reservas por conta de não encaixar no sistema de marcação individual de seu treinador. Jogador ficou insatisfeito. O Pitbull estava acordando.

O trabalho estava sendo realizado, a expectativa era imensa, mas antes do jogo contra o Avaí, valido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, Cuca resolveu "barrar" Felipe Melo do elenco do Palmeiras, com a ideia de que o volante estava "tumultuando o ambiente". Atitude que não foi vista como natural pelo jogador, pois com um áudio vazado, Felipe Melo como bom Pitbull, latiu, ou melhor, falou, fazendo muito barulho. No áudio, o atleta diz sem citar nomes, que alguém do clube era "covarde", "mau-caráter" e "mentiroso" e diz que, com ele, não vestirá mais a camisa alviverde. 

Após o áudio viralizar, mesmo o volante não citando nomes, ficou claro para todos que o alvo era o técnico Cuca. Que prontamente liberou o jogador para atuar em qualquer outra equipe. Felipe Melo deu entrevista para a ESPN confirmando a veracidade do áudio e explicando o seu lado da situação: 

O áudio é meu, não lembro com quem eu falei. Por mais que tenha tido esse problema, ontem comemorei o aniversário da minha esposa, tinha muita gente aqui (em casa). Eu queria esquecer um pouquinho os problemas, é normal. Tomei alguns champanhes, comemorei com ela e nem lembro para quem falei. Não tive oferta de nenhum clube (brasileiro). Desculpa, tive oferta de dois clubes turcos, não só o Galatasaray, que prontamente foram recusadas. Mas, no Brasil, não tive oferta nem procura de nenhum clube. Sobre o Cuca, de repente com o coração um pouco partido, triste, acabei falando essa situação

Divulgação / SE Palmeiras
Divulgação / SE Palmeiras

Sem Felipe Melo, Cuca não conseguiu triunfar na temporada, eliminado nas oitavas de final da Libertadores para o Barcelona (EQU), o Palmeiras se encontra a 14 pontos atrás do líder Corinthians no Campeonato Brasileiro, assegurando a quarta colocação do campeonato. O discurso no atual momento é de se classificar para a Libertadores de 2018 e montar um novo planejamento para disputar a principal competição das Américas.

Após uma reunião com o presidente do Palmeiras Maurício Galiotte, Felipe Melo foi reintegrado junto ao elenco do Alviverde na tarde desta segunda-feira (4). Como não houve proposta para saída e também não se chegou a um acordo de rescisão, o volante irá retornar para os treinos e ficará a disposição do técnico Cuca para os próximos jogos do Palmeiras no ano. Felipe concedeu entrevista informando sua volta e citando o comandante alviverde "O que tinha de ser conversado, já foi. Falei com o próprio treinador. Expus tudo o que pensava dele, sobretudo do áudio. O áudio foi uma situação depois do meu afastamento. O importante é que conversei com ele, a gente se acertou. O que saiu no áudio eu não acho dele, não foi de coração. Creio de verdade que ele não seja nada daquilo que falei", garantiu. 

Com o volante de volta, teremos mais um capítulo da conturbada contratação alviverde, resta sabermos se esse episódio será um romance ou um drama, estaremos analisando passo a passo, do polêmico e ousado Pitbull sem focinheira.