Fim de uma era: Zé Roberto se despede do futebol aos 43 anos

O jogador mais velho a atuar pelo Palmeiras pendurou as chuteiras nesta segunda-feira (27) e a VAVEL Brasil relembra a trajetória de Zé Roberto pelo clube

Fim de uma era: Zé Roberto se despede do futebol aos 43 anos
Fim de uma era: Zé Roberto se aposenta do futebol com 43 anos ( Foto: GettyImages)

Resgatou o orgulho do torcedor Palmeirense deixando bem claro que o clube era gigante. De fato, o Palmeiras era grande, com um profissional como Zé Roberto a tendência era que se tornasse imenso. Em dezembro de 2014 ele chegou após um ano tenebroso para a torcida alviverde. Quase com uma nova queda para Série B, após ter disputado a segunda divisão um ano antes, a temporada terminou e logo as contratações vieram, Zé Roberto foi um dos primeiros escolhidos por Alexandre Mattos para integrar o elenco reformulado da nova gestão de Paulo Nobre.

Logo no Campeonato Paulista de 2015, Zé Roberto emocionou a todos com uma preleção no vestiário antes da partida contra a equipe do Audax, na estreia do time na competição. Zé exaltava que queria ficar marcado na história do clube junto com os companheiros, que todos unidos deveriam colocar o Palmeiras no seu devido patamar e o objetivo realmente foi cumprido.

Com a conquista da Copa do Brasil 2015, Zé Roberto mostrou o quanto o Palmeiras é grande (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/ Divulgação)
Com a conquista da Copa do Brasil 2015, Zé Roberto mostrou o quanto o Palmeiras é grande (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/ Divulgação)

Au Au Au Zé Roberto é animal!” Ecoava das arquibancadas do Allianz Parque quando o vovô garoto de 40 anos entrava em campo com a braçadeira de capitão e comandava os guerreiros que buscaram com fervor aquela Copa do Brasil 2015 em cima do Santos. Curiosamente a mesma música cantada pela torcida palestrina para Edmundo, quando também jogava no clube.

Zé parecia um garoto de 18 anos quando corria pela lateral para alcançar uma bola que já parecia perdida e um pai quando chamava a atenção de garotos como Matheus Sales, João Pedro, Nathan e Gabriel Jesus.

O jogador mais velho e a promessa alviverde lado a lado fazendo história pelo clube (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/ Divulgação)
O jogador mais velho e a promessa alviverde lado a lado fazendo história pelo clube (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/ Divulgação)


O discurso de “O Palmeiras é grande.” Se fortaleceu em 2016 quando a equipe buscou o Eneacampeonato Brasileiro e Zé Roberto se tornou gigante ao tirar uma bola em cima da linha de barriga contra o Cruzeiro em Araraquara, já pela reta final da competição nacional, marcando o lance como algo de expressão da conquista Palmeirense.

O exemplo de comprometimento e respeito à camisa seguiu em 2017, mesmo sabendo que o fim da carreira estava próximo e não era fácil aguentar mais 90 minutos correndo atrás de atletas bem mais novos, nós sabemos Zé... Nem tudo é duradouro e uma hora a idade chega.

Pelo atleta que foi, pela pessoa que é e pelo jogador que honrou todas as camisas em que vestiu e jamais deixou cair no esquecimento que o Palmeiras  é gigante, apenas temos que agradecer por ter tido você defendendo nossas cores.

Obrigado por tudo, Zé!
 

Zé Roberto se despediu do futebol nesta segunda-feira pelo Palmeiras contra o Botafogo (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/ Divulgação)
Zé Roberto se despediu do futebol nesta segunda-feira pelo Palmeiras contra o Botafogo (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/ Divulgação)