Antigos rivais em Minas, Diogo Barbosa e Marcos Rocha são apresentados no Palmeiras

Em tom de brincadeira, laterais trocaram provocações ao relembrarem rivalidade de quando atuavam em Cruzeiro e Atlético-MG, respectivamente

Antigos rivais em Minas, Diogo Barbosa e Marcos Rocha são apresentados no Palmeiras
Diogo Barbosa e Marcos Rocha atuaram em Cruzeiro e Atlético-MG, respectivamente, em 2017 (Foto: Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras apresentou no início da tarde desta sexta-feira (5), seus últimos reforços para a temporada de 2018. Diogo Barbosa e Marcos Rocha chegam ao grupo de Roger Machado para suprir uma carência conhecida do torcedor alviverde em 2017: as laterais. 

Diogo chega como provável titular pelo lado esquerdo, que na temporada teve com Egídio, agora no Cruzeiro, e Zé Roberto, hoje aposentado, como jogadores do setor, além de eventuais improvisos do meia Michel Bastos na posição.

Enquanto isso, Marcos Rocha enfrentará a concorrência de Mayke e Jean pelo lado direito. O jogador de 29 anos, que chega ao Verdão por empréstimo de uma temporada após negociação que envolveu a ida do atacante Róger Guedes ao Atlético-MG, mostrou ambição em se tornar um ídolo do Palmeiras.

“Desde que surgiu o interesse do Palmeiras não pensei duas vezes. Agora é começar outra história. Vejo uma equipe ambiciosa com jogadores de qualidade, com intenção de fazer história. Quero colocar meu nome na história do Palmeiras, também”, disse.

Diogo Barbosa, que se destacou na campanha do pentacampeonato da Copa do Brasil do Cruzeiro, reencontrará seu amigo pessoal e companheiro de posição Victor Luís, com quem atuou no Botafogo em 2016 e retorna de empréstimo nesta temporada. O lateral de 25 anos falou sobre a futura disputa por uma vaga com o amigo e sobre a pressão por títulos na nova casa. 

“O Victor [Luis] é amigo meu pessoal. É uma amizade verdadeira. Feliz que o Palmeiras tenha trazido ele novamente, ele merece muito, fez bom ano no Botafogo. Vai ser disputa sadia. Estão chegando dois laterais que fizeram bons anos”, disse.

“Sabemos que o Palmeiras sempre vai entrar para brigar por títulos e que o favoritismo quem traz são vocês [jornalistas]. Todas as equipes estão se reforçando, temos de nos preparar bem na pré-temporada, vai ser um longo ano”, emendou.

Conhecidos como laterais de teor ofensivo, os novos palmeirenses falaram sobre suas características, e Marcos Rocha abordou uma de suas antigas armas em campo, que ficou marcada durante a passagem do treinador Cuca pelo Atlético Mineiro, e bastante conhecida também pelos palmeirenses: as cobranças laterais direto para a área, recurso utilizado por Moisés no Verdão.

“O Cuca gostava bastante desta jogada, usamos muito em 2013 com jogadores de estatura. Ele [Moisés] vai ter um refresco, vamos tentar aproveitar, é uma jogada difícil de ser marcada”, ponderou.

“Sou um jogador agudo, que gosta de ajudar na parte ofensiva. Mas aprendi muito com meu antigo treinador, o Mano, defensivamente. É uma parte que eu, particularmente, treino muito, para não ser aquele lateral que só apoia e toma bola nas costas”, explicou Diogo Barbosa.

Dupla relembra rivalidade nos tempos de Cruzeiro e Atlético

Os momentos finais da apresentação ficaram marcados por um momento de descontraídas provocações. Rivais quando atuavam por Cruzeiro e Atlético-MG, Diogo Barbosa e Marcos Rocha trocaram alfinetadas ao longo de 2017, entre clássicos e títulos conquistados. Questionado sobre o assunto, Marcos Rocha disse:

"Clássico não tinha amizade, era pancadaria [risos]. Ano passado eu acho que fui melhor"

"Será? Você ganhou o Mineiro, e eu ganhei a Copa do Brasil", respondeu Diogo.

"Em clássicos eu fui melhor", rebateu Marcos Rocha. 

"E eu, em títulos", disse Diogo, aos risos.

Com os cinco reforços já anunciados e apresentados, o discurso do Palmeiras é de que as deficiências do plantel de 2017 foram corrigidas, e a menos que sujam boas oportunidades de mercado, o elenco está praticamente fechado. Resta apenas definir situações como a do lateral-direito Fabiano, que deve ser emprestado, do zagueiro Mina, que comunicou ao clube seu desejo de se transferir para o Barcelona já em janeiro, e por tabela, a permanência do também zagueiro Thiago Martins.

O Palmeiras estreia na temporada no dia 18 de janeiro (quinta-feira), às 19h30 contra o Santo André, pelo Campeonato Paulista, no Allianz Parque.