Em jogo de cinco gols, Vila Nova derrota Paraná e permanece no G-4

Tigre abriu 3 a 0 de vantagem, viu o Tricolor reagir, mas conseguiu a vitória que o manteve no disputadíssimo G4 da Série B

Em jogo de cinco gols, Vila Nova derrota Paraná e permanece no G-4
(Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova)
Vila Nova
3 2
Paraná
Vila Nova : Luís Carlos; Maguinho, Guilherme Teixeira, Wesley Matos e Mateus Muller; Geovane, Gastón, Alan Mineiro (Tiago Adan) e Alípio; Mateus Anderson (Heitor) e Moisés (Léo Rodrigues). Técnico: Hemerson Maria.
Paraná: Richard; Júnior (Leandro Vilela), Wallace, Eduardo Brock e Igor; Gabriel Dias, Zezinho, João Pedro e Renatinho; Felipe Alves (Minho) e Rafhael Lucas (Alemão). Técnico: Matheus Costa.
Placar: 1-0, Moisés, Min. 39 ||| 2-0, Alan Mineiro, Min. 41 ||| 3-0, Alan Mineiro, Min. 14/2ºT ||| 3-1, Minho, Min. 26/2ºT ||| 3-2, João Pedro, 44/2ºT.
ÁRBITRO: Renan Roberto de Souza, auxiliado por Luis Filipe Gonçalves Correa e Oberto da Silva Santos. Cartões amarelos: Tiago Adan (Vila Nova). Wallace (Paraná)
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA 13ª RODADA DA SÉRIE B DO CAMPEONATO BRASILEIRO, SENDO DISPUTADO NO ESTÁDIO SERRA DOURADA, EM GOIÂNIA (GO). Público pagante: 4.861. Público total: 5.681. Renda: R$ 78.900,00.

Em confronto válido pela 13ª rodada da Série B do Brasileirão, na noite desta terça-feira (11), o Vila Nova derrotou o Paraná por 3 a 2, no estádio Serra Dourada, e se manteve no G-4 da Segundona. Moisés e Alan Mineiro, duas vezes, marcaram os gols para os donos da casa, enquanto Minho e João Pedro descontaram para o Tricolor.  

O Vila Nova, que vinha de dois empates, voltou a vencer na competição e manteve a posição dentro da zona de acesso. Com 24 pontos, o Alvirrubro ocupa a quarta colocação na tabela, atrás apenas do América-MG, Guarani e Juventude, respectivamente. Já o Paraná caiu para o 12º lugar e, neste momento, está mais próximo da zona de rebaixamento (quatro pontos), do que o G-4 (seis pontos).

Há cinco jogos sem perder, o Tigre vai tentar fazer mais uma vítima. No próximo sábado (15), às 16h30, o Vila Nova recebe o Paysandu no Estádio JK, em Itumbiara-GO. O Paraná terá que buscar a recuperação fora de casa. Na sexta-feira (14), o Tricolor visita o Oeste, na Arena Barueri, às 20h30.

Vila Nova marca duas vezes em dois minutos e constrói vantagem importante 

Jogando em casa, com o apoio da torcida, o Vila Nova iniciou a partida propondo o jogo, criando as melhores chances para tirar o zero do placar. Aos oito minutos, Maguinho recebeu livre dentro da área, mas, sem ângulo, finalizou na rede pelo lado de fora.

Dominando o jogo no meio-campo, o time da casa pouco era ameaçado pelo Paraná, estrategicamente montado para contra-atacar. Mas a defesa do Tricolor – terceira menos vazada da competição-, não conseguiu conter o ímpeto ofensivo dos anfitriões.

Aos 23 minutos, Alípio recebe a bola em boas condições na entrada da área, fez o corte em seus marcadores e chutou no canto do goleiro Richard, que espalmou.

Apenas com meia hora de jogo o Paraná apareceu com perigo. Em uma bela troca de passes, Júnior fez o cruzamento, Felipe Alves escorou e, Gabriel Dias ajeitou para o chute de João Pedro, mas a zaga alvirrubra desviou para escanteio.

O Vila Nova tinha mais posse de bola, domina as ações ofensivas, mas somente em um erro bizarro do zagueiro Eduardo Brock conseguiu chegar ao gol. Com dificuldades para sair jogando, o capitão do time paranista recuou a bola para ninguém, e a redonda sobrou para Moisés, que recebeu, avançou e tocou no canto de Richard para fazer 1 a 0.

O gol nascido em uma falha incrível de Brock desestabilizou a equipe, que no minuto seguinte viu o adversário ampliar o marcador. Alípio recebeu o lançamento do campo de defesa, disputou abola com a zaga e, mesmo desequilibrado, rolou para Alan Mineiro chegar batendo e movimentar o placar mais uma vez: 2 a 0. Gastón, aos 46 minutos, quase fez o terceiro em um potente chute de fora da área.

Paraná cresce, reage, mas não evita a derrota 

O Paraná voltou do intervalo com duas substituições, mas na verdade pouca coisa mudou. Felipe Alves e Rafhael Lucas saíram para as entradas de Minho e Alemão, respectivamente. Dois atacantes por dois atacantes. Não satisfeito com o resultado, o Vila seguiu pressionando com Alan Mineiro, que comandou o meio-campo alvirrubro.

Em uma péssima noite, Eduardo Brock perdeu a bola para Mateus Anderson, aos 13 minutos. O atacante invadiu a área, tentou a finalização, mas o zagueiro Wallace interceptou a bola com o braço. O árbitro marcou o pênalti e Alan Mineiro converteu com precisão, fazendo 3 a 0 para o Vila.

O Tricolor diminuiu aos 26 minutos, com Minho. O atacante recebeu de fora da área e acertou um chute no canto esquerdo de Luís Carlos. Ainda com uma boa vantagem, o Vila se fechou, e viu o Paraná crescer na partida. Em uma bela cobrança de falta, João Pedro reduziu ainda mais a vantagem colorada, aos 44 minutos. A reação, porém, foi tardia e o Vila Nova garantiu a vitória por 3 a 2.


Share on Facebook