Paraná encerra preparação para estreia da Copa do Brasil contra URT-MG

Tricolor da Vila precisa de apenas um empate no campo adversário para avançar para a próxima fase da competição

Paraná encerra preparação para estreia da Copa do Brasil contra URT-MG
Wagner Lopes poderá contar com a presença de Mansur (D) (Foto: Irapitan Costa / Paraná)

A temporada começou de forma ruim para o Paraná, com o time conquistando apenas um ponto nas três primeiras rodadas do Campeonato Paranaense. Por isso, uma vitória na estreia da Copa do Brasil, nesta quinta (1º), contra o URT-MG, às 19h15 no Zama Maciel, é essencial para dar um pouco de moral ao Tricolor da Vila.

Contra o Londrina, na última rodada do estadual, o time já demonstrou uma certa melhora em relação ao que enfrentou o Atlético-PR e perdeu por 3 a 0. Parte da evolução necessária para o time é consertar a parte defensiva, que sofreu 5 gols nos dois primeiros jogos do ano. Uma das tentativas desse ajuste foi a contratação do lateral-esquerdo Mansur, que deve estrear contra o time mineiro.

Wagner Lopes, que já havia treinado a equipe no ano passado, sabe da importância de conquistar pelo menos um empate fora de casa, que daria ao time, não só a vaga na segunda fase da Copa do Brasil, como ajudaria na questão financeira. Apesar de enfatizar o fator regulamento como primordial no jogo, ele disse que isso não significa que a equipe vá jogar apenas pelo empate.

“Procuramos fazer os últimos ajustes. Bola parada, correções de posicionamento. Sabemos da dimensão desta competição e não podemos falhar. Respeitamos o adversário, que está bem no Mineiro. Mas, precisamos jogar com inteligência, sabendo do regulamento, mas buscando impor o nosso jogo", afirmou Lopes.

Com os ajustes que Wagner Lopes vem fazendo, o Tricolor deve entrar em campo com: Thiago Rodrigues; Alemão, Charles, Neris e Mansur; Leandro Vilela, Wesley, Lucas Fernandes e João Paulo; Zé Carlos e Felipe Augusto. O responsável pela arbitragem do jogo será Eduardo Tomaz de Aquino, que terá o auxílio de Márcio Soares Maciel e Edson Antônio de Souza, todos do estado de Goiás.