Em busca da parte de cima da tabela, Ponte Preta recebe invicta Chapecoense

Apenas dois pontos acima da zona de rebaixamento, Macaca busca se afastar da zona de perigo enquanto catarinenses sonham com o G-4

Em busca da parte de cima da tabela, Ponte Preta recebe invicta Chapecoense
Ponte Preta e Chapecoense se enfrentam às 16h no Moisés Lucarelli (Foto: Divulgação / AA Ponte Preta)
Ponte Preta
Chapecoense
Ponte Preta: João Carlos; Jeferson, Fábio Ferreira, Kadu e Reinaldo; João Vitor, Renê Júnior e Cristian; Felipe Azevedo, Roger e Thiago Galhardo. Técnico: Eduardo Baptista.
Chapecoense: Danilo; Gimenez, Thiego, Marcelo e Dener; Josimar, Cleber Santana e Hyoran; Lucas Gomes, Silvinho e Bruno Rangel. Técnico: Guto Ferreira
ÁRBITRO: Rodrigo Batista Raposo (DF)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, a ser disputada no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas-SP.

Neste sábado (11) Ponte Preta e Chapecoense entram em campo pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo acontecerá no estádio Moisés Lucarelli, em campinas, às 16h.

Ocupando a 12ª colocação, com 7 pontos após as seis primeiras rodadas, a Macaca entrará em campo pressionada pela proximidade com a zona de rebaixamento. Apenas dois pontos separam o clube campineiro do América-MG, primeira equipe na zona de degola.

Com objetivos diferentes a Chapecoense vê no duelo a oportunidade de chegar ao G-4 da competição. O alviverde soma 10 pontos, dois a menos que o Palmeiras, quarto colocado e três a menos que os líderes Corinthians, Grêmio e Internacional.

Desfalcada, Macaca espera contar com o fator casa para chegar à vitória

O treinador Eduardo Baptista não poderá contar com todos os seus atletas para o duelo desta tarde contra a Chapecoense. A principal ausência será do zagueiro Douglas Grolli, contundido, que deverá ser substituído pelo experiente defensor Fábio Ferreira.

Esperando agarrar a oportunidade para voltar ao status de titular absoluto, o zagueiro fez questão de ressaltar a qualidade do elenco alvinegro, minimizando as ausências por suspensão ou lesão que a equipe irá enfrentar ao longo do campeonato.

“Tem atletas que não estão jogando, mas possuem uma qualidade imensa. Sabemos como é a concorrência. Uma suspensão ou uma contusão, dá chance a outro jogador que pode pegar uma sequência e ir bem nos jogos. Mas independentemente de quem jogar, tem que dar seu melhor para ajudar a Ponte a sair com os três pontos”, disse Ferreira.

O defensor analisou o confronto desta tarde como um confronto direto, enfatizando o fato da Macaca atuar em casa para buscar a vitória diante de seus torcedores.

“É um concorrente direto. Esperamos que possamos fazer um bom jogo dentro de casa, diante da nossa torcida, para conseguir estes três pontos para nós, que serão muito importantes para subirmos na tabela”, complementou o zagueiro.

Reforçada, Chapecoense busca manter invencibilidade para chegar ao G-4

O duelo desta tarde contra a Ponte Preta colocará o treinador Guto Ferreira diante de uma velha conhecida. A Macaca foi dirigida por Ferreira em duas oportunidades nos últimos anos.

Conhecendo bem o adversário, o comandante alviverde aposta em uma partida difícil para seus comandados, mas garante que irá à Campinas em busca da vitória. 

“É uma equipe extremamente competitiva, aguerrida, e não poderia ser diferente diante da sua torcida. Quanto a nós, cabe enfrentá-los de igual para igual. Respeitar sim, mas não temer, e buscar fazer o nosso melhor”, disse o treinador após o último trabalho antes da partida.

Guto Ferreira ainda poderá contar com dois importantes reforços para este confronto, os meio-campistas Cléber Santana e Josimar treinaram normalmente durante a semana e ficam à disposição do treinador. Josimar seguiu a mesma linha de Guto, e disse esperar um duelo muito difícil em Campinas.

“Sei que jogar lá é difícil, porque eles jogam firme, com muita intensidade. Por isso temos que entrar muito focados”, disse o jogador, que deverá começar a partida entre os titulares.