Eduardo Baptista celebra vitória sobre Chapecoense: "Com cara de Ponte Preta"

Ponte preta se recupera da derrota sofrida na rodada passada; com gol marcado no final a macaca vence a Chapecoense em casa.

Eduardo Baptista celebra vitória sobre Chapecoense: "Com cara de Ponte Preta"
Foto: PontePress: Thiago Toledo

A Ponte Preta tirou a invencibilidade da Chapecoense. Em confronto pela sétima rodada, a Ponte Preta venceu a equipe de Chapecó por 2 a 1 no Moisés Lucarelli, neste sábado e se recuperou do revés sofrido na última rodada no Rio Grande do Sul. Em jogo amarrado, a Macaca foi ligeiramente melhor e venceu, assim como perdeu na última rodada, com gol no final do jogo, aos 45 min do segundo tempo William Pottker marcou o gol salvador; numa bela jogada de Reinaldo.

O técnico Eduardo Baptista, em tom aliviado, valorizou a luta de seus comandados na vitória do time sobre, a até então invicta, chapecoense: "Foi uma vitória com cara de Ponte Preta, com suas dificuldades, com sua briga, nunca desistindo; um jogo muito igual e muito brigado no meio, mas valeu a luta de não desistir".

O técnico ainda creditou  a vitória à mudanças táticas feitas no intervalo do jogo. "A primeira bola que nós entramos por dentro e tiramos do lado saiu nosso gol, então essa foi a cobrança no vestiário; já esperávamos uma Chapecoense extremamente fechada, eles se fecham bem e saem rápido. Eliminamos os contra ataques deles, que são muito perigosos e neutralizamos as peças de armação. Então temos que premiar a luta dos jogadores".

Pottker foi premiado por sua insistência. Desde que entrou, aos 18 minutos do segundo tempo, buscou o jogo e levou a Ponte à frente na base da velocidade. Já havia desperdiçado uma chance clara, mas não desistiu e apareceu no lugar certo para aproveitar o rebote e dar a vitória à Macaca, ao final do jogo celebrou o lance que o premiou com o gol.

"O conjunto do gol foi muito bonito, foram dois grandes chapéis do Reinaldo; grande jogador de alto nível, tive a oportunidade de aproveitar o rebote e consegui finalizar bem com a perna direita que não é o meu forte. Graças a Deus fiz o gol e pude ajudar a Ponte Preta com essa vitória", enfatizou Pottker.

O atacante ainda relembrou o roteiro do jogo da rodada passada, que se assemelha com o jogo deste sábado: "Tivemos um jogo muito complicado contra o Grêmio, e hoje mais uma vez um jogo muito complicado, mas campeonato brasileiro é assim, a maioria dos gols acontecem nos 15 min do primeiro tempo e entre os 15 min finais do segundo", encerrou.