Atacante Roger demonstra chateação após quebra de sequência positiva: "Não gosto de perder"

Tanto o atacante quanto o zagueiro Fábio Ferreira reiteraram que a equipe não jogou mal e não aproveitou as chances criadas

Atacante Roger demonstra chateação após quebra de sequência positiva: "Não gosto de perder"
Foto: PontePress/ThiagoToledo

Nesse sábado (16) a Ponte Preta visitou o Santos na Vila Belmiro pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016. E numa partida bastante franca e de muitas chances para ambos os conjuntos, acabou sendo derrotada por 3 a 1 com gols de Victor Ferraz e Bueno para o Santos com Gabigol completando pro time da casa e Roger descontando para a Ponte na reta final.

Com o resultado o Santos chegou aos 26 pontos e seguiu na quarta colocação, sendo o último ocupante do G-4 da tabela, já o time campineiro parou nos 23 e está temporariamente na sétima colocação, ainda podendo cair até o término da rodada.

Na próxima rodada a Ponte Preta recebe no domingo (24) às 11h no Moisés Lucarelli, já o time da baixada irá visitar no mesmo dia só que às 18h30 o Vitória no Barradão.

Após o duelo o atacante Roger lamentou a derrota, mas lembrou da importância do gol marcado e de como a equipe deve descansar para encarar o Internacional.

"Sinto muito essas derrotas, não gosto de perder. Mas para mim foi bom, o gol traz um pouco de paz, tranquilidade. Não é demérito perder na Vila. O time criou oportunidades, teve chance de fazer. O Santos aqui é difícil, joga bem, joga rápido. Agora é descansar um pouco e pensar no Inter, domingo em casa. Temos todas as chances de vencer em casa", afirmou o atacante, na saída do gramado, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Depois foi a vez de Fábio Ferreira que lembrou da qualidade do time do Santos e da importância de a equipe não perder tantas oportunidades, até lembrando de alguns lances ao longo do cotejo.

"Sabia que ia ser um jogo difícil, o Santos tem jogadores de qualidade, mas hoje a bola não quis entrar. A bola bateu, tiraram em cima da linha, goleiro fez defesas importantes. O time está de parabéns pela luta, agora é descansar e tem mais jogo difícil na frente", completou o zagueiro Fábio Ferreira, capitão da equipe na Vila.