Em noite de Rodrigão, Bahia vence em Campinas e amplia jejum da Ponte Preta

Atacante faz dois gols na sua estreia como titular e Renê Júnior fecha o placar para o time baiano

Em noite de Rodrigão, Bahia vence em Campinas e amplia jejum da Ponte Preta
Depois de sete jogos sem vitória, Bahia garante vitória diante da Ponte em Campinas (Foto: Fábio Leone/PontePress)
Ponte Preta
0 3
Bahia
Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e Fernandinho; Fernando Bob, Jadson (Xuxa, 12'2°T), Wendel (Felipe Saraiva, 23'2°T) e Claudinho (Yuri, 39'1°T); Lucca e Emerson Sheik.
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Renê Júnior, Régis (Vnícius, 20'2°T) e Zé Rafael (Juninho, in); Mendoza e Rodrigão (Ferrareis, 12'2°T).
Placar: Rodrigão, 3'1°T (0 a 1) e 8'2°T (0 a 2) e Renê Júnior (39'2°T)
ÁRBITRO: Árbitro: Rafael Traci (PR) Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR).

 Nesta quarta-feira (12), a Ponte Preta enfrentou o Bahia pela 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. E mesmo jogando fora de casa, o time baiano não tomou conhecimento e fez 3 a 0, com dois gols de Rodrigão e um de Renê Júnior.

Com a vitória, o Tricolor baiano pulo para a 13ª posição, já a Ponte caiu para a 16ª posição na tabela. As duas equipes voltam a jogar no domingo (16). O Bahia volta a jogar em Salvador, onde receberá o Avaí em Pituaçu às 19h. A macaca vai até o Rio Grande do Sul para enfrentar o Grêmio às 16h.

Rodrigão brilha logo no começo

A missão do Bahia não era das mais fáceis, a Ponte tinha ótima campanha jogando no Moisés Lucarelli, enquanto isso, o time baiano estava a sete jogos sem vencer e buscava recuperação.  

Mas a vantagem da Ponte desapareceu logo no começo da partida. Aos três minutos, Zé Rafael cobrou falta e Rodrigão de cabeça, fez 1 a 0 para o esquadrão baiano.

Com a vantagem no placar, o time do técnico Jorginho recuou e esperou a Ponte Preta tomar as iniciativas, e até ofereceu espaço para o time da casa, que pecava nas finalizações.

Na melhor chance do time da casa, Jadson recebeu belo passe, bateu firme e viu Jean fazer ótima defesa, na sequência a bola explodiu na trave e o zagueiro aliviou. Sem boas chances, o técnico da Macaca mudou antes do intervalo, tirando Claudinho e colocando Yuri no seu lugar.

Rodrigão marca novamente e sai machucado

O segundo tempo começou novamente com um gol para o Bahia, e de novo, com Rodrigão. Depois de um chutão de Lucas Fonseca, a bola sobrou para o artilheiro do tricolor, que driblou o goleiro Aranha e fez 2 a 0 para o Bahia.  

Depois de tomar o segundo gol, a Ponte Preta ainda tentava pressionar e Gilson Kleina mexeu no time, tirando Jadson e colocou Xuxa. Apesar das mudanças, o time da casa continuava previsível e pouco assustava o goleiro Jean.

Já o Bahia se defendia bem e buscava espaços para matar a partida no contra-ataque. E o time baiano segurava o jogo e não deixava a Ponte assustar. Aos 39 minutos, foi a vez da “lei do ex” aparecer no Moisés Lucarelli, Renê Júnior recebeu belo passe de Vinícius e fez 3 a 0 para o Bahia. 


Share on Facebook