Eduardo Baptista minimiza expulsão de Fernando Bob e valoriza organização da Ponte

Treinador elogiou sua equipe pela garra e organização mesmo com resultado negativo e jogador a menos durante maior parte do jogo

Eduardo Baptista minimiza expulsão de Fernando Bob e valoriza organização da Ponte
Divulgação / Associação Atlética Ponte Preta

A Ponte Preta complicou um pouco mais sua vida na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, foi derrotada em casa por 1 a 0 para o Grêmio que jogou com um time quase todo de reservas. Com o resultado, a Ponte se manteve na 18ª colocação, com 35 pontos.

O volante Fernando Bob foi expulso aos 17 minutos do primeiro tempo, o que complicou as coisas para a Macaca. O técnico Eduardo Baptista valorizou a garra e a organização da equipe que mesmo com um jogador a menos atacou a equipe gaúcha e não quis projetar os próximos jogos.

“Tem que trabalhar, ter a postura aguerrida de hoje. Mesmo com um a menos não faltou organização. Aranha não fez nenhuma defesa porque a bola não chegou. Temos que levar esse espírito para Curitiba. Não adianta fazer previsão, tem que olhar os jogos. Tem que ganhar para sair dessa situação”, afirmou Eduardo Baptista.

O treinador também comentou a expulsão de Fernando Bob, entendendo que o lance ocorreu devido a caracteristica de marcação forte que a partida exigia.

"Para jogar com um time que marca forte tem que jogar forte também. A situação do Bob foi um lance que escapou seu pé, e o juiz entendeu que tinha que expulsar. O time brigou, jogou 70 minutos com um a menos, criou, jogou mais. O Grêmio teve uma chance de gol. Parabéns ao Grêmio que foi mais efetivo", concluiu o treinador.

A Ponte Preta volta a campo no domingo, às 19h00, para enfrentar o Coritiba no estádio Couto Pereira. Assim como a Ponte, o Coxa luta contra o rebaixamento, o que torna o jogo um confronto direto e decisivo nessa briga. O fato ruim para a Ponte Preta é o péssimo retrospecto fora de casa. Como visitante, os números são negativos. Nos últimos 28 jogos fora de Campinas contando o Brasileirão de 2016 e 2017, a equipe saiu vitoriosa apenas uma vez, quando venceu por 2 a 0 justamente o rival do adversário desta rodada, o Atlético-PR, no dia 23 de julho deste ano. Nove empates e 18 derrotas completam o desempenho longe de casa.