Irregulares, Santa Cruz e Santos duelam buscando se afastar da zona de rebaixamento

Próximas na classificação, equipes medem forças no Arruda com o objetivo de deixar o fantasma da degola de lado

Irregulares, Santa Cruz e Santos duelam buscando se afastar da zona de rebaixamento
Foto: Antônio Melcop/Santa Cruz
Santa Cruz
Santos
Santa Cruz: Tiago Cardoso; Léo Moura, Néris (Walter Guimarães), Danny Morais e Tiago Costa; Alex Bolaño, João Paulo e Lelê; Arthur, Bruno Moraes (Grafite) e Keno (Wallyson). Técnico: Milton Mendes
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Léo Cittadini e Vitor Bueno; Paulinho e Joel. Técnico: Dorival Júnior
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, a ser disputada no Arruda, em Recife, Pernambuco

A noite deste domingo (12) no Arruda, às 19h, pode piorar a situação de algum dos escretes no Campeonato Brasileiro 2016. No José do Rêgo Maciel, Santa Cruz Santos se reenfrentam após dez anos, em confronto válido pela 7ª rodada da elite do futebol nacional, com o Mais Querido visando ainda dar fim ao jejum de 29 anos sem vencer o adversário.

Sem saber o que é vitória há três jogos, a Cobra Coral se afastou do G-4 nas últimas partidas, ficando na 10ª colocação já com os resultados da atual rodada, somando oito pontos ganhos. No sábado (4) passado, os tricolores foram até Curitiba duelar contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, porém acabaram derrotados por 1 a 0, com golaço de Deivid.

Mesmo também inconsistente na classificação, o Peixe vem de vitória no último compromisso. No Pacaembu, na manhã do último domingo (5), o alvinegro praiano foi superior e derrotou o Botafogo por 3 a 0, colocando os cariocas na lanterna. Com o triunfo como mandante, os paulistas ficam na 12ª posição, com sete pontos.

A arbitragem do embate é formada por um trio goiano. No comando do apito, Elmo Alves Resende Cunha, do quadro estadual. Ele terá os conterrâneos Leone Carvalho Rocha, da CBF, e Bruno Raphael Pires, do escalão da Fifa. É a terceira vez, neste ano, que Elmo será árbitro de um duelo nessa Série A. Antes, já havia apitado Corinthians 3x0 Ponte Preta e Botafogo 0x1 Cruzeiro.

Santa Cruz com dúvidas por conta de lesões

Apesar de ter ficado com a semana livre para os treinos, o treinador Milton Mendes viu a bruxa passar pelo Arruda e sofrer com a chance de perder três jogadores do time titular. Logo na primeira atividade, o artilheiro Grafite sentir desgaste muscular e ser poupado, podendo ser substituído por Bruno Moraes.

Outro atleta que também poderá não jogar é o meia-atacante Keno, considerado tão fundamental quanto o goleador. Na sua vaga, deverá entrar Wallyson, atuando aberto junto com Arthur pela ponta. Assim como ele, o zagueiro Néris saiu lesionado do treinamento, porém não preocupa.

A única baixa de certeza será o volante Uillian Correia, que recebeu o terceiro amarelo contra o Furacão e cumprirá a automática. Em seu lugar, o escolhido foi o equatoriano Álex Bolaño, que já fez a estreia e espera ter mais chances. Já confirmado entre os 11, o zagueiro Danny Morais destaca a importância de surpreender para sair vitorioso.

"Muitas vezes a gente estava marcando atrás e, nos contra-ataques, a gente matava o jogo. Quando a gente começa a aparecer no ataque e fazer os gols, a marcação adversária se fortalece, com os adversários nos estudando ainda mais. Temos que aprender a nos desprender disso e ter um fator surpresa novamente. Temos condições e qualidade para fazer isso", declarou o defensor coral.

Santos com apenas uma mudança da base titular

Apesar de apostar na sequência da base dita titular, o técnico Dorival Júnior terá alguns desfalques para o duelo do meio da tabela. Dorival não contará com o zagueiro David Braz, que sofreu um desconforto muscular e Luiz Felipe sendo o substituto. O também zagueiro Lucas Veríssimo, com um edema no posterior da coxa esquerda, e o goleiro Vladimir, reclamando de estiramento na panturrilha direita, também ficam de fora.

Os atacantes Ricardo Oliveira, com incômodo muscular, Rodrigão e Maxi Rolón, com uma inflamação no joelho direito, seguem de fora por não terem sido liberados pelo departamento médico santista. Os jovens Lucas Lima e Gabigol, que estão com a Seleção Brasileira na Copa América Centenario, são outros ausentes.

Apesar das baixas, o comandante do Peixe se mostra confiante para o duelo. A prioridade do treinador alvinegro é permanecer com a base considerada titular, afinal o grupo vem mostrando bom desempenho nos últimos jogos e isso deixa os atletas ainda mais motivados dentro de campo.

"Em um primeiro momento, não vou mudar o time. Quero que a equipe adquira um conjunto, pois o time vem se apresentando muito bem e é uma boa oportunidade também para os que estão entrando fazerem o melhor e alcançarem bom rendimento. Isso porque o atleta precisa de uma sequência para que possamos encontrar o nosso caminho", disse.