Santa Cruz e Internacional se enfrentam no Arruda em busca de reabilitação no Brasileiro

Dos últimos 30 pontos disputados, equipes conquistaram apenas um; em péssima fase, times tentam sobrevida antes da virada do turno

Santa Cruz e Internacional se enfrentam no Arruda em busca de reabilitação no Brasileiro
(Foto: Divulgação/Santa Cruz)
Santa Cruz
Internacional
Santa Cruz: Tiago Cardoso; Leonardo Moura, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Derley, Uillian Correia e João Paulo; Marion, Keno e Arthur. Técnico: Milton Mendes.
Internacional: Muriel; William, Paulão, Ernando e Artur; Rodrigo Dourado, Fabinho e Gustavo Ferrareis; Vitinho, Ariel e Eduardo Sasha. Técnico: Argel Fucks.
ÁRBITRO: Sandro Meira Ricci (FIFA/SC), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (FIFA/SP) e Kléber Lúcio Gil (FIFA/SC)
INCIDENCIAS: Partida a ser realizada no Estádio do Arruda, no Recife/PE, às 16 horas deste domingo (10), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2016.

A péssima sequência de resultados para Santa Cruz e Internacional frustrou os torcedores que viam um início de Campeonato Brasileiro da Série A animador para as equipes. Porém, derrotas e atuações ruins culminaram na crise de resultados. O momento dos dois clubes não é nada legal. Dos últimos 30 pontos em que as duas equipes disputaram em campo, juntos conquistaram apenas um.

Ao olhar sob um ponto de vista individual, a situação é ainda mais delicada. Principalmente ao Tricolor pernambucano. O time tem apenas uma vitória nos últimos oito jogos, após passar 18 jogos sem saber o que é derrota, o que culminou nos títulos do Campeonato Pernambucano e da Copa do Nordeste, conquistados no primeiro semestre. Por causa disso, a Cobra Coral ocupa a penúltima posição, com apenas 11 pontos ganhos.

O panorama na tabela de classificação do Internacional não é tão calamitoso, mas preocupa. O time gaúcho brigava pela liderança quando entrou na má fase. Nos últimos cinco jogos, um empate e quatro derrotas. Ainda assim, embora esteja longe do primeiro posto, uma vitória pode recolocar os colorados no G-4, o que aliviaria um pouco o momento ruim.

Com esse cenário, as equipes se enfrentam às 16 horas deste domingo (10), em busca da reabilitação. O duelo vai acontecer no Estádio José do Rego Maciel, o Arruda, no Recife/PE, pela 14ª rodada do Brasileirão.

Santa Cruz pode ter estreias para sair da crise

O Santa Cruz precisa desesperadamente da vitória. No momento, são quatro pontos de distância em relação ao primeiro time acima da zona de rebaixamento. Se voltar a vencer, fica a apenas um e vê a saída da degola como algo mais real. Para isso, o técnico Milton Mendes irá modificar a equipe, embora a escalação ainda esteja indefinida.

Lesionados na coxa e permanentes no departamento médico, o lateral-esquerdo Allan Vieira e o atacante Grafite não jogam. O volante Jadson e o meia Danilo Pires, contratados nesta semana, aguardam regularização junto ao Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol (BID/CBF) e não foram relacionados.

Após se recuperar de contusão, o zagueiro Neris volta à condição de titular e forma dupla com Danny Morais. O lateral-esquerdo Tiago Costa voltou a ter condições de jogo e entra como titular. O zagueiro Wellington foi regularizado, mas deve ficar no banco de reservas. Assim como o volante Derley e o atacante Marion, mas estes devem ser escalados de primeira pelo comandante coral e estrearem.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa, o técnico Milton Mendes falou que a derrota na quinta rodada contra o arquirrival Sport mudou o espírito do grupo e trouxe a instabilidade que resultou na queda de rendimento, mas espera que o time possa reencontrar com o caminho das vitórias depois de tanto tempo.

"Estamos atravessando um momento de instabilidade emocional. Depois daquele jogo contra o Sport, perdemos um pouco de foco. A partir dali, nós andamos um pouco desestabilizados porque as coisas foram acontecendo umas em cima das outras. Quanto ao jogo contra o Internacional, vamos manter a espinha dorsal. Mas, atendendo às últimas circunstâncias, precisamos dar um corpo maior ao time, uma segurança maior no meio de campo. Haverá algumas mudanças", explicou.

Com estreia de Ariel, Internacional espera vencer fora de casa

O Internacional anda pressionado. Como se não bastasse os cinco jogos sem vencer, a última partida desta série foi o clássico contra o arquirrival Grêmio, onde foram derrotados por 1 a 0 dentro do Beira-Rio. Uma vitória contra o Santa Cruz se torna ainda mais necessária para o time mudar o ambiente.

Na capital pernambucana, os relacionados para o confronto fizeram uma leve atividade no Centro de Treinamento do Náutico. O time não poderá contar com Danilo Fernandes, Geferson, Mike e Aylon, que são desfalques. A novidade será a estreia do atacante Ariel, contratado há pouco tempo pela diretoria colorada. Segundo os treinamentos, o jogador será peça importante na formação tática. Com a bola, segue a rotina de um atacante em receber a bola e tentar marcar os gols necessários. Quando o adversário estiver com a posse de bola, Ariel terá a responsabilidade de atrapalhar a saída de bola.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa ainda em Porto Alegre, o técnico Argel Fucks conversou sobre muitos assuntos. Na longa entrevista, respondeu sobre o momento instável do Internacional, a pressão pelo cargo que ocupa e rumores sobre a sua saída do comando técnico caso o panorama não seja modificado.

"Estou acostumado, me preparei para estar aqui. Estou há quatro anos na Série A. Há pressão por ganhar, chegar à Libertadores, para não cair. Os jogadores estão preparados. Tínhamos a pressão de ganhar o clássico. Não conseguimos, faz parte. Você tem que saber porque ganha, empata ou perde. Estou acostumado, sempre tive pressão. E funciono muito bem sob pressão. Não costumo me abater. Os jogadores já estão acostumados", disse Argel.