Santa Cruz viaja com força máxima para encarar Vasco e América-MG

Com dois jogos seguidos fora de casa, o Tricolor optou por embarcar com 31 dos 33 atletas do elenco

Santa Cruz viaja com força máxima para encarar Vasco e América-MG
Foto: Jamil Gomes/Santa Cruz Futebol Clube

O Santa Cruz terá uma maratona de jogos longe do Recife a partir desta quarta-feira (13). Nesta data, encara o Vasco da Gama pela terceira fase da Copa do Brasil no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, e logo no próximo domingo (17) faz um jogo-chave pelo Campeonato Brasileiro contra o lanterna América-MG no estádio Independência, em Belo Horizonte. Visando as duas partidas, a delegação tricolor viajou nesta terça-feira com praticamente todo o elenco.

Dos 33 atletas presentes no atual quadro santacruzense, apenas dois não viajaram para o Rio de Janeiro: o lateral-esquerdo Allan Vieira, ainda se recuperando de lesão na coxa direita, e o zagueiro Luan Peres, afastado do grupo por problemas pessoais. Até mesmo nomes como o goleiro Miller e o meia Renatinho, há muito tempo não utilizados pelo técnico Milton Mendes, embarcaram com a delegação.

Milton ainda não definiu se vai utilizar força máxima contra a equipe cruzmaltina, já que em caso de eliminação na Copa do Brasil o Tricolor estaria garantido na Copa Sul-Americana, competição na qual faria sua primeira participação e já estrearia enfrentando o rival Sport, de acordo com o sorteio que foi realizado na noite desta terça-feira na sede da Conmebol, no Paraguai.

 O treinador ressaltou a dificuldade que deverá encontrar em São Januário. "Em todos os jogos, preparamos a equipe para vencer. Mas o confronto com o Vasco é um jogo de duas mãos, então não adianta ir com tudo para a frente. Vamos jogar com inteligência e bem precavidos. Todos os atletas irão viajar, até mesmo os que estão em fase de transição física. Será uma preparação de uma semana, também para a partida contra o América/MG", comentou Milton.

O atacante Grafite é um dos atletas em fase de transição, e também viajou com o elenco. Tudo indica que ele não enfrentará a equipe carioca, mas deverá estar apto para o confronto contra o Coelho, prioridade para a comissão técnica e para a direção coral. Os meias Jadson e Danilo Pires também não enfrentarão o Vasco por já terem atuado na Copa do Brasil, mas já viajaram com toda a delegação e participarão de todos os treinamentos fora do Recife.