Vice-presidente, Constantino Júnior cobra empenho do Santa Cruz: "Vontade será fundamental"

Dirigente afirmou que há cobranças em todos os setores do time coral com o objetivo de tirar equipe da zona de rebaixamento da Série B

Vice-presidente, Constantino Júnior cobra empenho do Santa Cruz: "Vontade será fundamental"
Foto: Antônio Melcop/Santa Cruz

Um ponto conquistado fora de casa não é de todo mal. Porém, com a situação atual do Santa Cruz, que empatou com o ABC em Natal no último fim de semana, deixou o time coral na zona de rebaixamento e agravou o momento ruim do clube. No começo da terceira passagem do técnico Marcelo Martelotte à frente do time, os corais não conseguiram encerrar a sequência ruim de resultados no Campeonato Brasileiro da Série B.

Na reapresentação, o vice-presidente da equipe pernambucana, Constantino Júnior, concedeu entrevista coletiva à imprensa e destacou o empenho de todas as partes para evitar mais um rebaixamento na história do clube. O dirigente se concentrou em pedir mais empenho dos atletas, uma vez que, segundo ele, há trabalho na diretoria para resolver os problemas extracampo.

“O rendimento dentro de campo é uma situação, mas o rendimento nos treinamentos, nos trabalhos com o grupo, interação com os funcionários, com comissão técnica e com direção é de fundamental importância. Limitação técnica pode existir, mas é um momento de superação agora. De vontade, de tudo. Quem quer se superar e sair de um momento difícil, será fundamental a vontade. Aqueles que estiverem achando que é recreio, acabou. Acabou o tempo de vacilo, de esperar e achar que as coisas acontecerão naturalmente”, pontuou.

Constantino Júnior destacou que a cobrança não parte apenas dos mandatários em relação aos jogadores. Com jogadores experientes no elenco, há pedidos de reação entre os integrantes do plantel. O dirigente coral acredita na reação do Santa Cruz.

“Tem que ter atitude dentro de campo e temos encontrado respaldo no grupo. O próprio grupo cobra isso dos atletas que não estão se dedicando. Isso é importante. Temos pilares, jogadores que têm um nome a zelar e precisam que todos estejam imbuídos em sair dessa situação. A gente está muito atento a isso. Chegou a hora de separar o joio do trigo. Quero acreditar que todos vão abraçar essa causa. Às vezes, jogador pode desmotivar por ter perdido a posição ou porque o momento não está muito bom, mas agora tem que fazer desse limão uma limonada. Temos que tirar o máximo de motivação de cada um deles. Só com atitude e motivação que sairemos dessa situação difícil. Acredito muito pela força da camisa do Santa, pela tradição e pela cobrança do nosso torcedor que sempre chegou. Precisamos ter esse respeito com nossa agremiação e vamos cobrar isso dos atletas”, reforçou.

Para reanimar o espírito da equipe, os problemas extracampo precisam ser sanados. Informações dão conta de que os salários estão atrasados há dois meses e a proximidade do terceiro mês de atraso preocupa a direção. Os mandatários acreditam que até o fim desta semana um mês possa ser pago.

“Nosso jurídico está tentando, está buscando, mas não houve essa liberação. Estão todos empenhados em diminuir esse passivo com nossos atletas e estamos batalhando. Creio que nessa semana teremos novidades.  Esperamos que a gente consiga efetuar um pagamento até a próxima sexta-feira”, concluiu Constantino Júnior.

O elenco do Santa Cruz se reapresentou nesta segunda-feira (11), em preparação para o duelo contra o Goiás. O duelo será válido pela 24ª rodada, às 19h15 da sexta-feira (15), no Arruda, no Recife/PE, em duelo fundamental para escapar da zona de rebaixamento. O Tricolor do Arruda ocupa a 18ª colocação, com 24 pontos ganhos, enquanto o time esmeraldino está no 16º lugar, com um ponto a mais.