Martelotte exalta atuação do Santa Cruz apesar da derrota: "Demos um passo à frente"

Técnico tricolor ressaltou o fato de o time tricolor ter jogado contra um time que disputa um campeonato à parte, pelo seu maior poder de investimento.

Martelotte exalta atuação do Santa Cruz apesar da derrota: "Demos um passo à frente"
Treinador usou um esquema mais ofensivo no jogo desse sábado (30) (Foto: Divulgação / Santa Cruz Futebol Clube)

Lutando contra o rebaixamento, o Santa Cruz segue seu martírio na Série B do Campeonato Brasileiro. Na tarde desse sábado (30), o tricolor foi até o Rio Grande do Sul e com dois gols do meia D’Alessandro, acabou perdendo para o líder Internacional. Com o resultado, o Santa terminará a rodada na 18º colocação, com 29 pontos. Já o time gaúcho, pula para 54 pontos e continua na primeira colocação.

Na saída de campo, o meia Tiago Primão e o goleiro Júlio César destacaram o empenho da Cobra Coral, mesmo jogando fora de casa contra um time muito qualificado. Para Primão, o segundo gol foi uma consequência do time ter saído atrás do placar muito cedo, enquanto Júlio falou sobre o lance de pênalti no primeiro gol.

“A gente tentou se abrir para buscar pelo menos o empate e acabamos tomando o gol. A gente sabe que é difícil jogar de igual para igual com um time qualificado que todos sabem que não é de Série B. Mas temos que seguir nesse ritmo, pois estamos numa boa evolução”, afirmou o meia.

“Fica difícil falar algo sobre um lance em que usam critérios diferentes. Contra o Londrina, tivemos um lance claro de mão na bola e não marcaram e hoje sim”, pontuou. “A gente não tem que perder pontos em casa. Temos que repetir o futebol de hoje, mas dessa vez conquistando pontos. Vamos pensar na frente agora”, finalizou.

Exaltando a qualidade do adversário que o Santa teve à frente, o técnico tricolor, Marcelo Martelotte elogiou a postura da sua equipe e afirmou que independente do resultado, o time sai mais confiante para a sequência da competição.

“Todos sabemos que o Inter disputa um campeonato à parte. Não só o Santa Cruz, como as outras 19 equipes estão inferiorizadas em relação a investimento, qualidade”, disse. “Antes do jogo, eu já achava que independente do resultado, nós tínhamos que fazer uma boa apresentação e fizemos, mas erramos em alguns momentos, e quando você erra contra um time com essa qualidade, custa caro”, afirmou.

Ao contrário do que muitos pensavam, o técnico procurou entrar com um esquema de jogo mais ofensivo, para que o Santa não ficasse muito atrás e pudesse dar uma resposta às investidas do time gaúcho. Ele também afirmou, que na visão dele, o time vive uma evolução.

“A nossa decisão de entrar com esse esquema representa usar um meio mais qualificado, ter um passe melhor, e funcionou. Ter uma saída de jogo trocando passes e reter a bola, era a maior chance que teríamos de sair com um bom resultado. Já tínhamos evoluído defensivamente e hoje a nossa postura foi boa, de propor mais o jogo. Demos um passo à frente nesse sentido”, finalizou.