Com objetivos diferentes, Vila Nova e Santa Cruz se enfrentam na Série B

Enquanto o time goiano ainda sonha com o acesso, os pernambucanos precisam vencer para não ficar mais perto do rebaixamento.

Com objetivos diferentes, Vila Nova e Santa Cruz se enfrentam na Série B
André Luís foi o autor do único gol no primeiro turno (Foto: Rodrigo Baltar / Santa Cruz)
Vila Nova
Santa Cruz
Vila Nova: Luis Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Matos e Gastón Filgueira. PH, Geovane e Alan Mineiro; Mateus Anderson (Fagner), Alípio e Wallyson. Técnico: Hemerson Maria.
Santa Cruz: Júlio César; Walber, Guilherme Mattis, Anderson Salles e Yuri; Wellington Cézar, Thiago Primão e João Paulo; André Luís, Ricardo Bueno e Bruno Paulo. Técnico: Marcelo Martelotte.
ÁRBITRO: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, sendo realizado às 19h15 (Brasília), no Serra Dourada, em Goiás.

Cada jogo da parte final do Campeonato Brasileiro da Série B se tornou uma decisão. Não será diferente no confronto entre Vila Nova e Santa Cruz, nessa terça (7), às 19h15 (horário de Brasília), no Serra Dourada, válido pela 34ª rodada. No jogo realizado na Arena de Pernambuco, ainda pelo primeiro turno, vitória do Tricolor do Arruda por 1 a 0, com gol de André Luís. Para apitar o jogo, Emerson de Almeida Ferreira (MG).

O empate contra o Paysandu na última rodada da Série B foi um grande abalo nas pretensões do Vila Nova de subir para a elite do futebol brasileiro. Mesmo assim, o time ainda está à apenas quatro pontos do Paraná, último time dentro do G4. Por isso, uma vitória em casa, além de um tropeço do Paraná, que pega o Brasil de Pelotas, será essencial.

Na época que venceu o Vila Nova no primeiro turno, o Santa Cruz vivia uma fase completamente diferente da que vivencia hoje. Se àquela altura, o time estava brigando pelo acesso, hoje está em uma situação dificílima contra o rebaixamento. Depois da derrota para o Náutico, ela ficou ainda mais agravada, visto que o time ficou sete pontos distantes de sair do incômodo Z4.

Indefinição no ataque do Vila

Como já é habitual, o técnico do Vila Nova, Hemerson Maria não revelou os jogadores que entrarão como titular na partida contra o Santa. A dúvida permanece não só em quem serão os substitutos dos dois atacantes titulares (Tiago Adan e Moisés), como do esquema que será utilizado para o início da partida.

Tiago Adan foi suspenso por tomar o terceiro amarelo contra o Paysandu, enquanto Moisés está vetado pelo departamento médico. Aí é que está a dúvida. Geralmente, o comandante alvirrubro utiliza o esquema com três atacantes, mas na última partida da Série B, ele foi mais precavido com três volantes.

No caso de optar pela primeira opção, Wallyson, Alípio, Mateus Anderson e Lourency lutam pelas vagas no ataque. Se continuar com os três homens de marcação, a escalação com PH, Fágner e Geovane será mantida, mas essa opção é menos provável, já que o time precisa vencer se ainda tem alguma esperança de subir de divisão.

"Ainda vou definir a equipe que vai sair jogando. O que posso dizer é que não vai haver grandes mudanças. Até porque temos um padrão de jogo. Mudamos um pouco agora nesse jogo contra o Paysandu, pois eu queria ter mais controle de jogo. Tenho que ver algumas questões de departamento médico e físico", disse o técnico.

Com as voltas de Gastón Filgueira e Maguinho, Hemerson deve escalar o time com: Luis Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Matos e Gastón Filgueira. PH, Geovane e Alan Mineiro; Mateus Anderson (Fagner), Alípio e Wallyson.

Martelotte faz mistério na escalação do Santa

Precisando urgentemente de uma vitória fora de casa, contra o Vila Nova, a estratégia de Marcelo Martelotte foi fazer o máximo de mistério sobre o time que entrará em campo. Muito isso se deve ao fato do time contar com muitos desfalques e alguns retornos de jogadores que estavam no departamento médico tricolor e não atuaram no Clássico das Emoções.

No total, são três. O volante Derley, expulso após dar uma cabeçada no árbitro, está suspenso. Junto a ele, estão o lateral-direito Nininho e o também volante João Ananias, que machucados, estão vetados do jogo. Nos seus lugares, devem entrar Wellington Cézar (voltando de contusão) e Thiago Primão na cabeça de área enquanto Walber deve entrar automaticamente no time.

Já o atacante Grafite, apesar de recuperado de lesão, não deve voltar ao time titular, por Ricardo Bueno estar vivendo um melhor momento na temporada. Com isso, o ídolo coral deve amargar o banco de reservas, sendo opção para a segunda etapa do jogo, caso o Santa precise marcar gols.

Detalhe importante do jogo contra o Vila é que o técnico Marcelo Martelotte não poderá orientar sua equipe na beira do campo. Isso, porque foi expulso após reclamar acintosamente da marcação do penalti no terceiro gol alvirrubro. Além dele, seu auxiliar, Ribeiro Júnior também foi expulso. Com isso, Adriano Teixeira será o responsável por dar instruções ao time durante o jogo.

Se Martelotte não decidir fazer alguma surpresa, o time tricolor que enfrentará o Vila Nova será: Júlio César; Walber, Guilherme Mattis, Anderson Salles e Yuri; Wellington Cézar, Thiago Primão e João Paulo; André Luís, Ricardo Bueno e Bruno Paulo.