Interino Adriano Teixeira enaltece vontade do Santa Cruz mesmo com derrota para Paysandu

Revés sofrido fora de casa deixou Mais Querido na vice-lanterna da Série B e agravou ainda mais momento conturbado no extracampo

Interino Adriano Teixeira enaltece vontade do Santa Cruz mesmo com derrota para Paysandu
Adriano valoriza empenho dos jogadores tricolores depois de novo resultado negativo (Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz)

A situação extracampo do Santa Cruz é complexa e reflete também no campo. Após decretar o rebaixamento à Série C, o Mais Querido visa esquecer o caos de salários atrasados e problemas nos bastidores com intuito de encerrar a Série B do Campeonato Brasileiro 2017 tendo o máximo de vontade nos jogos.

Na tarde desse sábado (18), encarou o Paysandu - sem pretensões nas partidas restantes - e acabou sendo dominado do início ao fim, saindo derrotado por 4 a 2. Interino com a demissão de MartelotteAdriano Teixeira valorizou a dedicação mostrada pelos jogadores que foram a Belém.

"Nós sabíamos que esse jogo seria difícil, até pela situação que a gente vinha atravessando. Apesar de muita dificuldade, os jogadores vieram e deram a cara para jogar. Valeu pela entrega, pelo segundo tempo de muita determinação que fizemos, tanto que a gente saiu com dois, três atletas com cãibra do jogo. A doação foi imensa", disse, comentando a falta de opções no banco de reservas pelo fato de alguns terem pedido férias antecipadas.

Ex-Náutico, atacante Bérgson marcou três dos quatro gols do Papão diante dos corais (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
Atacante Bérgson marcou três dos quatro gols do Papão diante dos corais (Foto: Fernando Torres/Paysandu)

"Nós tivemos desajuste no primeiro tempo e ainda perdemos o Natan com cinco, dez minutos de jogo. Ficou ainda mais difícil para poder ter a chance de nos recuperarmos. Tomamos dois gols no primeiro tempo que não poderíamos ter tomado, o que dificultou ainda mais o nosso trabalho", complementou.

Faltando apenas uma rodada para encerrar a melancólica participação na Segundona, os pernambucanos vão ter a chance de terminar com a vitória ao duelar contra o Juventude já nessa terça-feira (22), às 20h (de Brasília), no Arruda. Por ser com a presença da torcida, Teixeira espera poder fechar a competição nacional com dignidade.

"Temos aí o último jogo e vamos procurar nos despedir bem perante à torcida. A gente espera que os torcedores compareçam para poderem nos ajudar neste momento difícil. Agora é lavar a roupa suja em casa e preparar o terreno para o próximo ano, pois teremos que pensar já na próxima temporada", concluiu.