Na estreia da Copa do Nordeste, Santa Cruz fica no empate com o Confiança

Santa Cruz abriu o marcador ainda no primeiro tempo, mas levou o empate na segunda etapa

Na estreia da Copa do Nordeste, Santa Cruz fica no empate com o Confiança
Em sua estreia, Santa Cruz empata contra o Confiança em Sergipe (Foto: Filippe Araújo/Confiança)
Confiança
1 1
Santa Cruz
Confiança: Genivaldo; Osvaldir (Arlan), Gabriel, Vitor Pio e Radar; Zaquel, Rafael Villa e André Beleza (Gilsinho); Everton Santos, Klenisson (Tiquinho) e Frontini. Técnico: Ailton Silva.
Santa Cruz: Tiago Machowski, Vítor, Renato Silveira, Genílson e Paulo Henrique (Weslley); Jorginho (Lucas Gomes), João Ananias e Daniel Sobralense (Jeremias); Arthur Rezende, Robinho e Augusto. Técnico: Júnior Rocha.
Placar: Jorginho (40’ do 1ºT) ; Frontini (12’ do 2ºT)
ÁRBITRO: Diego da Silva Castro (PI) ,Rogério de Oliveira Braga (PI) e Mauro Cezar Evangelista de Sousa (PI).

Foi dado o pontapé inicial da Copa do Nordeste 2018 para a equipe do Santa Cruz. Nesta noite de terça-feira (16), o Santa disputou os primeiros três pontos da competição diante do Confiança. Mesmo com uma partida movimentada, a equipe Coral saiu apenas com um ponto. 

Com o empate, a equipe do Santa Cruz divide a segunda colocação do Grupo A da Copa do Nordeste com o próprio Confiança. O CRB-AL lidera com três pontos. A equipe tricolor retorna aos gramados já nesta quinta-feira (18), quando fará a estreia no Campeonato Pernambucano, diante do Vitória, no Arruda. Pela Copa do Nordeste, o clube só volta campo no dia 6 de fevereiro, quando receberá o Treze no Arruda

O Jogo

Seguindo o pensamento que o técnico Junior Rocha destacou durante a pré-temporada, a equipe do Santa Cruz se manteve na maior parte da partida de forma organizada. Distante ainda da "equipe ideal", os atletas conseguiram superar a falta de ritmo e entrosamento para cumprir as funções táticas. Jogando na segurança, a equipe comandada por Junior teve a consistência defensiva e não sofreu sustos, da mesma forma que não conseguiu causar ao adversário.

A única chance do Confiança no primeiro tempo aconteceu aos seis minutos. Rafael Villa recebeu livre dentro da área e bateu cruzado. A bola passou raspando a trave de Tiago. O Santa Cruz respondeu com a sua principal peça na partida. Aos 13, Robinho avançou pela esquerda e lançou para Augusto. Livre na área, o attacante chutou de primeira, mandando a bola para longe.

Depois de um ínicio muito movimentado, as equipes diminuiram o ritmo, passes errados e poucas finalizações, típico do primeiro desafio das equipes no ano. Augusto e Robinho tentavam levar a equipe ao ataque indo buscar jogo na zona intermediária do campo. Aos 40 minutos, o volante Jorginho completou uma cobrança de falta de Arthur para o gol. Genivaldo chegou a fazer a defesa, mas, segundo a arbitragem, a bola entrou na meta do Confiança. Não deu outra, muita reclamação dos atletas do Confiança e comemoração do Santa Cruz. 

Segundo tempo

Na segunda etapa, o Confiança voltou mais atento na partida. André Beleza deu lugar a Gilsinho, o que tornou a equipe mais ofensiva. Com isso, não demorou para igualar o marcador. Aos 12 minutos, a bola batida da marca de escanteio encontrou a cabeça de Frontini, que cabeceou forte, sem nenhuma chance para Tiago

Devido ao ínicio de temporada, as equipes chegaram ao limite físico e não conseguiram ir além do empate. No santa, Vitor e Robinho comandaram a caminhada Coral na tentativa da vitória mas sem êxito.