Lucas Lima brinca ao pedir aumento salarial para continuar no Santos

Pós jogo, meia brincou e cobrou aumento de salário ao presidente Modesto Roma. Ele também falou sobre possível saída do clube na próxima janela de transferênciaz e minimizou a lesão no tornozelo

Lucas Lima brinca ao pedir aumento salarial para continuar no Santos
Foto:Divulgação/Santos FC

Lucas Lima nunca escondeu o desejo de ser negociado com o futebol europeu. Em entrevistas recentes, o meia do Santos disse que tem vontade de deixar o clube na próxima janela de transferências, em junho. Hoje, depois do título paulista contra o Audax, porém, o camisa 20 não descartou ficar por mais tempo em Santos.

O jogador disse que não precisa forçar a saída do Peixe, com quem tem contrato até o final de 2017, e brincou ao pedir aumento salarial para o presidente Modesto Roma.

"Eu estou muito feliz no Santos. Quero curtir mais um título paulista. Se eu quisesse tanto sair, já tinha saído. Eu não preciso forçar saída. Quero ir para a Europa um dia, nunca escondi, e no momento certo, vou conversar com o clube. Sem pressa", disse Lucas Lima, antes de pedir aumento, em tom de brincadeira, ao presidente, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

"Presidente, me dá um aumento!", declarou Lucas. "Vamos conversar. Você merece o mundo!", brincou Modesto.

Com lesão no tornozelo direito, Lucas Lima passou toda a semana em tratamento intensivo para jogar a final contra o Audax. Depois de não sentir dor no aquecimento, o meia foi a campo, mas pediu para ser substituído aos 24 minutos na primeira etapa. O problema, segundo o jogador, não preocupa futuramente.

"Tomei a decisão de jogar. Fiz tudo o que pude, tomei injeção, não senti dores no aquecimento. Mas não é a mesma coisa no jogo, né? Senti, e tive consciência de sair para não prejudicar a minha equipe. Mas não preocupa. Fiz exames hoje de manhã e não é nada nos ligamentos. Só um grande edema. Vou voltar a tratar nessa semana para ficar bem", explicou o armador.

Como tem apenas 10% dos direitos econômicos de Lucas Lima, o Santos pretende mantê-lo até o fim do contrato, em 31 de dezembro de 2017, mesmo que o jogador saia de graça para qualquer outro clube.