Santos e Flamengo se enfrentam brigando na parte de cima da tabela na Arena Pantanal

De olho na liderança, a equipe paulista terá de superar os desfalques para encarar o rubro-negro também focado na disputa pelas melhores colocações

Santos e Flamengo se enfrentam brigando na parte de cima da tabela na Arena Pantanal
(Foto: Miguel Schincariol / Getty Images)
Santos
Flamengo
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Renato, Léo Cittadini e Jean Mota; Vitor Bueno, Copete e Rodrigão.
Flamengo: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão, Mancuello e Alan Patrick; Everton e Guerrero.
ÁRBITRO: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, a ser realizada na Arena Pantanal (MT).

Na noite desta quarta-feira (3), às 21h45, o Santos enfrenta o Flamengo na Arena Pantanal, em Cuibá (MT), em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida é de suma importância entre as equipes que brigam diretamente na parte de cima da tabela.

Vindo de vitória sobre o Cruzeiro na última  rodada, o Santos alcançou a vice-liderança do Brasileirão, com 32 pontos e está a um ponto do líder Corinthians. Para o confronto contra o rubro-negro, a equipe comandada por Dorival Júnior terá desfalques importantes no time titular.

Em 5º lugar na classificação do campeonato, com 30 pontos, Flamengo vem de vitória fora de casa sobre o Coritiba e está a um resultado positivo da ponta da tabela. Para o jogo diante do Peixe, o técnico Zé Ricardo terá o retornos e desfalques no setor defensivo da equipe rubro-negra.

Santos com desfalques para a partida

Embalado pela invencibilidade de cinco jogos e a oito rodadas seguidas no G4, o time do Santos está de olho na liderança. A equipe de Dorival Júnior vai para o jogo contra o Flamengo com alguns desfalques importantes, por lesões e convocações para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

As baixas imediatas na equipe titular que enfrenta o rubro-negro na Arena Pantanal são o meia Lucas Lima, com edema na coxa esquerda e sintomas de gripe; e o atacante Ricardo Oliveira, que será poupado devido a dores no joelho direito. Para seus respectivos lugares, entram o meio-campista Jean Mota e o atacante Rodrigão.

Além deles, estão fora também o lateral-esquerdo Zeca, o volante Thiago Maia e o atacante Gabriel, todos convocados para defender o Brasil durante os Jogos Olímpicos. Mas nem tudo é desfalque no Santos, o volante Leo Cittadini, que não jogou contra o Cruzeiro, volta ao time titular de Dorival.

"O Jean (Mota) é mais parecido com Lucas (Lima). Mais incisivo, driblador, que sabe fazer gol. Além de ser canhoto também. Vecchio é mais de passe, de extrema qualidade, de boa bola parada. São jogadores bem diferentes. Dorival está bem servido no que ele escolher", comentou o lateral-esquerdo Victor Ferraz sobre a escolha de seu treinador para a vaga no meio-campo.

Rubro-negro com improvisos na defesa

A quatro jogos sem derrota, a um ponto do G4 e a uma vitória da liderança, o Flamengo foi recebido com festa em Cuiabá na noite anterior a partida contra o Santos. O time de Zé Ricardo tem pela frente um duelo que pode definir as pretenções da equipe rubro-negra no campeonato.

No setor defensivo, as laterais rubro-negras seguem sendo problema com as ausências de Rodnei na direita e Jorge na esquerda, ambos lesionados e continuam dando lugar a Pará e Chiquinho, que tem atuado sem comprometer nos últimos jogos. Na zaga, o veterano Juan, que havia voltado de lesão, teve um estiramento na coxa e está fora do jogo contra o peixe.

Para a vaga do experiente zagueiro, a opção será Rafael Vaz, que formará dupla de zaga ao lado de Réver, que retorna ao time titular após ter sido poupado contra o Coritiba. E com isso, o zagueiro argentino Donatti fica no banco como opção para o setor. O restante da equipe é o mesmo que venceu fora de casa, com Guerrero confirmado no ataque do Flamengo ao lado de Éverton.

"O Flamengo está vindo em uma crescente, mas o nível de exigência aumenta cada vez mais. O Santos tem um grande time e briga pelos mesmos objetivos que os nossos. Precisamos ficar atentos, pois se eles tiverem uma oportunidade vão matar a partida. Não vamos poder pecar em nada e ainda teremos que encontrar a melhor maneira de construir o resultado que nos interessa." alertou o técnico Zé Ricardo.