Santos constrói vitória, mas Inter desconta e deixa confronto em aberto para volta

Decisão ficou para o estádio Beira-Rio no dia 19 de outubro

Santos constrói vitória, mas Inter desconta e deixa confronto em aberto para volta
Decisão ficou para o Beira Rio, em outubro (Foto: Ricardo Duarte / S.C Internacional)
SANTOS
2 1
INTERNACIONAL
SANTOS: VANDERLEI; VICTOR FERRAZ, LUIZ FELIPE, DAVID BRAZ E ZECA; RENATO, THIAGO MAIA(RAFAEL LONGUINE), LUCAS LIMA E VECCHIO(PAULINHO); COPETE E RODRIGÃO(JOEL)
INTERNACIONAL: DANILO; FABINHO, EDUARDO, ERNANDO E ARTUR; FERNANDO BOB, EDUARDO HENRIQUE, VALDÍVIA, SEIJAS(CEARÁ) E MARQUINHOS(VITINHO); NICO LOPÉZ(RODRIGO DOURADO);
Placar: 1-0, 5'2T, COPETE. 2-0, 10'2T, RODRIGÃO. 2-1, 26'2T, SEIJAS.
ÁRBITRO: A PARTIDA TERÁ ARBITRAGEM DE GILBERTO RODRIGUES CASTRO JUNIOR (PE), AUXILIADO POR ALESSANDRO ROCHA DE MATOS (ES) E FABIANO DA SILVA RAMIRES (BA).
INCIDENCIAS: JOGO DE IDA DAS QUARTAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL, DISPUTADO NA VILA BELMIRO, SANTOS. PÚBLICO PAGANTE: 6.592, PARA UMA RENDA DE R$ 239.880,00.

Na Vila Belmiro, o Santos venceu o Internacional por 2 a 1 pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Copete e Rodrigão marcaram para o Peixe, Seijas descontou para o Colorado. Com o resultado, o Santos joga por um empate no jogo da volta no Beira-Rio. Já o Inter precisa vencer a partida pelo placar de 1 a 0 para seguir na competição.

Santos e Internacional voltam a campo pelo campeonato Brasileiro no próximo sábado (1º). Às 16h o Santos, buscando se firmar no G4, recebe o Atlético-PR na Vila Belmiro. Mais tarde, às 21h, o Internacional recebe o Figueirense no Beira Rio, quando o time Gaúcho busca sair da zona de rebaixamento da competição.

Santos com a posse, mas Inter tem melhores chances

A estratégia adotada pelo Internacional no primeiro tempo foi sair em contra-ataques cedidos pela equipe da casa e logo no primeiro minuto de jogo a equipe Gaúcha conseguiu sair em velocidade do campo defensivo. O lance terminou com uma finalização de Nico Lopéz para fora. Três minutos mais tarde o Santos também chegou com perigo no ataque. Lucas Lima chegou na frente e puxou a bola para a perna esquerda e chutou com muito perigo, Danilo Fernandes conseguiu fazer a defesa.

O Santos tinha a posse de bola, porém o sistema defensivo do Internacional não permitia a entrada na área. Assim a única opção da equipe Santista era tentar o chute de longa distancia, resultando em chutes tortos e sem perigo para o goleiro Colorado. Aos 16 minutos ocorreu outra boa chance para os donos da casa. Renato fez um lançamento para Rodrigão, Danilo Fernandes saiu mal do gol e ficou no meio do caminho, mas o centroavante do Peixe chutou para fora. Dois minutos depois foi a vez do Internacional chegar com perigo na frente. Valdívia recebeu de frente para o gol, fez o giro no marcador de chutou de fora da área. A bola passou muito perto do gol de Vanderlei.

Mesmo apostando somente nos contra-ataques a equipe colorada era quem levava mais perigo no primeiro tempo. Após saída errada da zaga do Santos, aos 23 minutos, a bola sobrou com Fernando Bob, que chutou de longe para o gol. A bola passou por cima do travessão. O Santos levou perigo novamente só aos 41 minutos. Após uma tabela a bola sobrou para Rodrigão que chutou para o gol, a bola desviou na zaga e saiu para escanteio, levando muito perigo. Dois minutos depois foi o Inter que chegou com perigo. A bola sobrou com Marquinhos que limpou a jogada e chutou de fora da área, Vanderlei apenas acompanhou a trajetória da bola que passou muito perto da trave.

Santos abre boa margem, mas Inter volta ao confronto

O segundo tempo foi bem parecido com o primeiro, com o Santos propondo o jogo o tempo todo e o Inter aproveitando os contra-ataques. Logo no primeiro minuto Valdívia cruzou uma bola na área e Ernando fez a cabeçada com perigo, Vanderlei mandou para escanteio. Os donos da casa voltaram logo tentando decidir a partida e na primeira oportunidade que teve mandou a bola para o fundo do gol com Copete após cruzamento rasteiro de Zeca, aos três minutos.

Aos 10 minutos do segundo tempo, Lucas Lima e Victor Ferraz fizeram uma linda tabela e o lateral do Santos cruzou rasteiro para Rodrigão que bateu na bola de primeira e fez o segundo gol dos donos da casa. Diferentemente do primeiro tempo, no segundo o time do Santos conseguia envolver a marcação do Inter com facilidade e chegar dentro da área assustando o sistema defensivo Colorado. O time comandado por Celso Roth já não conseguia chegar na frente como no primeiro tempo, então os lançamentos do campo defensivo se tornaram mais frequentes.

O treinador do Inter até colocou o atacante Vitinho em campo buscando mais velocidade, mas a bola não chegava em condições para ele, mas o ingresso do atacante no jogo melhorou a posse do Inter no campo de ataque. Aos 25 minutos, o zagueiro Ernando foi derrubado com falta no lado da área do Santos. Na cobrança da falta, Vitinho chutou rasteiro e forte. De letra o meia Seijas desviou para o fundo do gol, diminuindo a vantagem Santista. Roth parecia estar satisfeito com o resultado e tirou de campo o atacante Nico Lopéz para a entrada do volante Rodrigo Dourado. Do outro lado Dorival Júnior, treinador do Santos, buscava ampliar o resultado. Apostou na entrada do atacante Joel no lugar de Rodrigão.

O time da casa rodou muito a bola na frente da área Colorada, mas não conseguia achar espaço para finalizar, pois Rodrigo Dourado melhorou o sistema defensivo do Internacional. Aos 48 minutos Lucas Lima cobrou uma falta levantando a bola na área e de cabeça Copete cabeceou para fora, levando perigo ao gol de Danilo Fernandes.

O jogo de volta entre as duas equipes está marcado para o dia 19 de outubro, às 21h45, no estádio Beira Rio em Porto Alegre. O Santos joga por um empate ou até mesmo por uma derrota por um gol de diferença, desde que marque no mínimo dois gols.