Levir freia empolgação mesmo vencendo: "Ainda não é suficiente para títulos"

Treinador comentou a respeito da qualidade do grupo santista, avaliou a partida, pediu apoio da torcida e falou sobre Copete

Levir freia empolgação mesmo vencendo: "Ainda não é suficiente para títulos"
Foto: Ivan Storti/Santos FC

A noite  de domingo (9) era de clássico paulista, mas o principal destaque foi um colombiano. O Santos venceu o São Paulo pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, na Vila Belmiro por 3 a 2. Copete que está se recuperando de queimaduras após um acidente doméstico marcou os três gols da equipe litorânea. O São Paulo, que na última semana demitiu Rogério Ceni, foi comandado pelo técnico interino Pintado, mas já na próxima partida terá Dorival Júnior na casa mata. Os gols do tricolor paulista foram de Shaylon e Arboleda. 

Apesar da vitória dentro de casa, o técnico santista Levir Culpi não se empolgou. Após a partida, o treinador falou negativamente sobre o desempenho e sobre a qualidade do elenco: "O que jogamos ainda não é suficiente para títulos. O elenco me deixa satisfeito, é qualificado, mas precisamos ter uma sequência melhor, com regularidade maior nos dois tempos de jogo", ressaltou.

Além disso, o público também foi alvo do treinador. Com um total de 10.322 torcedores na Vila, o que é pouco para um clássico, Levir Culpi falou sobre o baixo número de espectadores no estádio e pediu o apoio da torcida: "É pouca gente para um jogo desse. Talvez tenha sido problema com o time, que não esteja jogando o que esperam. Sei que os jogadores se sentem muito melhores com a presença do torcedor. Casa cheia representa pressão. Mas temos que chamar o torcedor e mostrar o que queremos. Torcida pode levar o time à vitória. Podemos até ganhar sem ela, mas não vai ter graça", comentou o comandante. 

Levir Culpi falou ainda sobre o artilheiro do jogo, Copete. O atacante recebeu o terceiro cartão amarelo após tirar a camisa na comemoração do seu primeiro gol na partida e fica fora da próxima partida devido a suspensão automática.. O técnico rasgou elogios ao atacante, mas disse que irá chamar sua atenção pelo ato de tirar sua camisa após marcar seu primeiro gol na partida: "Copete é um jogador especial. Joga bem na bola aérea, tem facilidade com as duas pernas. É muito interessante. Estou feliz com algumas coisas que ele tem feito e triste por outras", avaliou.                                                                         

Com a vitória, o Santos subiu mais uma posição na tabela e ocupa a quarta colocação na tabela. O Peixe volta a campo na próxima quarta-feira às 19:30 contra o Atlético-MG no estádio Independência, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017. Além de Copete, Lucas Lima também será desfalque para a partida contra o Galo pelo terceiro cartão amarelo. Rafael Longhini e Thiago Ribeiro devem ser os substitutos. 

Santos FC