Em jogo marcado por pênaltis perdidos, Santos bate Atletico-MG fora de casa

Vanderlei e Victor pegam cobranças, mas arqueiro do Santos leva a melhor no final; camisa do 1 falha no gol de Daniel Guedes

Em jogo marcado por pênaltis perdidos, Santos bate Atletico-MG fora de casa
Foto: Pedro Vilela/Getty Images
Atlético-MG
0 1
Santos
Atlético-MG: Victor, Marcos Rocha, Bremer, Gabriel; Rafael Carioca, Elias, Yago (Valdívia 0/2ºT), Cazares; Marlone (Robinho 23/2ºT) e Fred (Rafel Moura 27/2ºT). Técnico: Roger Machado
Santos: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz, Jean Mota; Donizete (Alisson 19/2ºT), Thiago Maia, Vecchio; T. Ribeiro (Vladimir Hernández 17/2ºT), Bruno Henrique, Kayke (Serginho 23/2ºT). Técnico: Levir Culpi
Placar: 0-1, min. 48/2ºT, Daniel Guedes
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (RJ). Cartões amarelos: Daniel Gueds (min. 28/2ºT) e Vecchio (min. 21/2ºT)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 12ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO, REALIZADA NA ARENA INDEPENDÊNCIA, EM BELO HORIZONTE.

Santos venceu o Atlético-MG, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (12), na Arena Independência, valendo pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em jogo com muitas paralisações e dois pênaltis defendidos por Vanderlei e Victor cada um, Daniel Guedes anotou o único gol da partida, já nos acréscimos.

Com o resultado, o Galo permanece com 17 pontos, mas cai uma posição e fica em décimo lugar. Já o Peixe, com 23 pontos, ganha duas posições na tabela e é o vice colocado. 

No domingo (16), o Atlético enfrentará o xará Atlético-GO, às 16h, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira. Já o Santos visitará o Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, no mesmo dia e no mesmo horário. 

Equipes pressionam, mas Victor e Vanderlei salvam 

Atlético e Santos fizeram um primeiro tempo equilibrado. Com Elias e Rafael Carioca centralizados, o jovem Yago aparecia pelo lado direito com liberdade e pressionava a defesa santista. O Peixe tentava a resposta também pelo lado direito, apostando na velocidade de Bruno Henrique.

O contra-ataque santista funcionava e Bruno Henrique foi derrubado dentro da área. Kayke, que estava em grande fase, chutou fraco e o goleiro Victor defendeu a cobrança do jogador. 

Quase no final da primeira etapa, Cazares é derrubado por Leandro Donizete após belo lançamento de Marlone. Artilheiro da temporada, Fred bate mal e Vanderlei defende sem dificuldades.

Atlético perde muitas chances, e Santos sai na frente nos acréscimos

Na volta do vestiário, Roger realizou uma alteração: Valdívia no lugar do volante Yago. O Galo continuava pressionando pelo lado direito, mas parava em Vanderlei.

O Santos demorou para se reencontrar na partida, e teve dificuldades de conter o ataque alvinegro, que desperdiçava as chances de abrir o placar. Na metade do segundo tempo, o jogo foi paralisado para atendimento em Varderlei, que sentiu a região da lombar após se chocar com companheiro de equipe.

O jogo recomeçou após mais de dez minutos de paralisação, por ter queimado todas as substituições, o goleiro santista continuou em campo. O Santos se reencontrou no jogo e descia com Vecchio, que foi derrubado por Bremer na entrada da área. O lateral Daniel Guedes cobrou a falta no canto direito do Victor e marcou o único gol da partida. 

Santos FC