Em tarde inspirada de Bruno Henrique, Santos vence Atlético-MG e assume a vice-liderança do Brasileirão

Em primeiro jogo após demissão de Levir, atacante decide a partida com duas assistências

Em tarde inspirada de Bruno Henrique, Santos vence Atlético-MG e assume a vice-liderança do Brasileirão
Foto: Divulgação/Santos FC
Santos
3 1
Atlético-MG
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Caju; Renato (Yuri), Alison e Lucas Lima; Arthur Gomes (Daniel Guedes), Ricardo Oliveira e Bruno Henrique (Rodrygo); Técnico: Elano
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Otero (Luan), Cazares (Valdívia) e Robinho; Fred (Rafael Moura); técnico: Oswaldo de Oliveira
Placar: 1-0, Arthur Gomes. 1-1, Fred. 2-1, David Braz. 3-1, Ricardo Oliveira
ÁRBITRO: WILTON PEREIRA SAMPAIO (FIFA/GO), AUXILIADO POR BRUNO RAPHAEL ALVES (FIFA/GO) E LEONE CARVALHO ROCHA (GO)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 32ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2017, REALIZADA NO ESTÁDIO URBANO CALDEIRA, A VILA BELMIRO, EM SANTOS/SP

Na tarde deste sábado (04), na primeira partida do Peixe após a demissão de Levir Culpi, o Santos jogou bem e venceu o Atlético-MG por 3 a 1, na Vila Belmiro, em Santos, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Arthur Gomes, David Braz e Ricardo Oliveira marcaram para o Santos, Fred marcou o gol dos visitantes.

A partida foi marcada pela reestreia de Elano no comando do Peixe, que apostou com Arthur Gomes no time titular, e viu o atacante marcar o primeiro gol da vitória. O meia Lucas Lima usou a camisa número 200, comemorando seus 200 jogos usando a camisa do Santos.

Foto: Divulgação/Santos FC

Com o triunfo, o Santos subiu uma posição, ultrapassando o Palmeiras. O time da Baixada Santista vai dormir na vice-liderança, três pontos atrás do líder Corinthians. Já o Atlético-MG, com a derrota, segue no meio da tabela do Campeonato Brasileiro, na décima posição com 42 pontos.

Na próxima rodada, o Peixe receberá o Vasco, na Vila Belmiro, enquanto o Galo enfrentará o lanterna do campeonato Atlético-GO, no Independência.

Santos pressiona Atlético-MG no primeiro tempo, e abre o placar nos acréscimos

O Santos começou pressionando o Galo. Com dois minutos de partida, Lucas Lima tocou para Arthur Gomes pela esquerda, o Menino da Vila pedalou, passou por Marcos Rocha e finalizou por cima do gol. Na sequência, Bruno Henrique mandou uma bomba de fora da área e Victor fez uma bela defesa.

Aos 14 minutos, Ricardo Oliveira fez fila pela esquerda, tocou para Arthur Gomes, que ajeitou e mandou uma bomba de fora da área, a bola passou muito perto do gol de Victor. Três minutos depois, em escanteio cobrado pelo Santos, Lucas Lima bateu mal mas a bola subiu e Victor cortou errado. A bola sobrou para Renato, livre, que mandou para fora.

O Santos seguiu pressionando o Atlético, atrás do empate. Bruno Henrique cruzou na área, Gabriel cortou mal, e a bola sobrou para Ricardo Oliveira, que mandou uma bomba para fora. Aos 44, Bruno Henrique recebeu de Lucas Lima, deu um belo drible em Fábio Santos e finalizou cruzado. A bola passou muito perto.

De tanto pressionar, o Peixe finalmente abriu o placar nos acréscimos do primeiro tempo. Bruno Henrique cruzou na medida para Arthur Gomes, que, nas costas de Marcos Rocha, cabeceou e colocou o Santos na frente do placar.

Arthur Gomes sendo marcado por Marcos Rocha (Foto: Getty Images)

Galo empata no inicio do segundo tempo, mas Santos cresce e desempata a partida

O Galo voltou melhor no inicio da segunda etapa. Aos quatro minutos, Fábio Santos lançou Otero na área. O Venezuelano ganhou de Caju na corrida e finalizou para fora. Um minuto depois, em contra-ataque, Robinho cruzou da direita para Fred, que, sozinho, cabeceou para empatar a partida.

Aos 12 minutos, Bruno Henrique fez uma grande jogada, deu um belo passe para Ricardo Oliveira, que tentou driblar Victor, mas o goleiro levou a melhor. Três minutos depois, Lucas Lima cobrou escanteio da esquerda, e David Braz cabeceou e colocou o Santos em vantagem no placar.

Em dois minutos, o time mineiro botou duas bolas na trave, quase empatando o placar. Primeiro com Robinho, que recebeu de Adilson e mandou uma bomba, a bola explodiu na trave de Vanderlei. Depois com Leonardo Silva, em cobrança de escanteio, o zagueiro ganhou no alto e mandou na mesma trave mais uma vez!

Mas é aquele famoso ditado, "quem não faz leva". Em grande jogada de Bruno Henrique, o atacante deixou Luan no chão, e cruzou para Ricardo Oliveira, que completou de cabeça para o fundo do gol.

Foto: Divulgação/Santos FC